ATeG do Senar está em plena expansão em Mato Grosso e no Brasil

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram

ATeG do Senar está em plena expansão em Mato Grosso e no Brasil


Um milhão de propriedades atendidas pela Assistência Técnica e Gerencial (ATeG), do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar-Central). Destas, mil são atendidas pelo Senar de Mato Grosso. Prevista para ser atingida em dezembro, a meta de mil propriedades foi alcançada neste mês de maio pela equipe mato-grossense da ATeG.

Nivaldo Guilherme dos Santos, junto com a esposa Rosangela e as filhas Liliane e Larissa são proprietários do Sítio Primavera, localizado na comunidade Triunfo, em Pontes e Lacerda (MT). Esta é uma destas mil famílias mato-grossenses assistidas pelo Senar-MT e, esta também é uma propriedade que faz parte do montante de um milhão atendidas pelo Senar-Central.

Proprietários do Sítio Primavera, eles receberam assistência no período de 2015 a 2019. Ao longo dos quatro anos em que participaram do programa, Nivaldo implantou o pastejo rotacionado, melhorando assim a eficiência alimentar do rebanho e o correto manejo das pastagens. “Quando comecei tinha seis piquetes. Este número foi elevado para 82”, destaca. E foi dessa forma que Nivaldo conseguiu alimento de qualidade em quantidades desejáveis para suprir todo o rebanho. “Comida para os animais era um dos principais gargalos da propriedade”.

Nivaldo também implantou sistema de irrigação com o objetivo de evitar o déficit híbrido nas pastagens dos piquetes que também foi feito ao longo do período em que foi assistido. “Fizemos ainda a correção do solo, adequamos a sala de ordenha com o objetivo de melhorar a qualidade do leite e também fazer a segunda ordenha”, destaca o produtor.

Outro aprendizado foi a busca de conhecimento. Participando de cursos de formação profissional rural e dias de campo realizados pelo Senar-MT. Nivaldo conta que aprendeu a ficar de olho nos eventos que contribuíam para ampliar o conhecimento de toda a família sobre a cadeia produtiva do leite. Tudo para incrementar a produção e produtividade.

Quando o assunto é indicadores, a família Guilherme dos Santos mostra um aumento de produção de leite de cerca de 4 mil litros/leite/mês, saindo de 4.078 litros/mês em agosto de 2015 para 8.910 litros/mês em julho de 2019. Segundo o produtor, quando passaram a ser assistidos a produção era bem pequena. Depois de quatro anos, Nivaldo tinha a metade do rebanho e o dobro da produção de leite.

Ele conta ainda que os técnicos do Senar-MT ensinaram a planejar e a ganhar dinheiro com uma boa gestão e planejamento. “Mudamos a forma de gerir a propriedade. Aprendemos a aprender e estar sempre de olho nas novidades e incrementar as atividades no sítio”.

Fonte: CNA Brasil

Mais Notícias em Agronegócio

Curta O Rolo Notícias nas redes sociais:
Área de comentários
Compartilhe!
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on twitter
Share on linkedin

canal no youtube

Mais recentes