CNA debate Manual de Boas Práticas das Cadecs e a relação na integração

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram

CNA debate Manual de Boas Práticas das Cadecs e a relação na integração


Brasília (07/07/2021) – A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) realizou uma live, na quarta (7), para debater o Manual de Boas Práticas das Comissões de Acompanhamento, Desenvolvimento e Conciliação da Integração (Cadecs) e a relação na integração.

O encontro contou com a participação do presidente da Comissão Nacional de Aves e Suínos da CNA, Iuri Pinheiro; do vice-presidente Comissão Nacional de Aves e Suínos da CNA, Adroaldo Hoffmann; e da assessora das Cadecs de Avicultura do Sistema FAEP/Senar-PR, Mariana Assolari. O moderador foi o consultor jurídico da CNA, Thiago Carvalho.

Iuri Pinheiro ressaltou que o manual vai ajudar muito na evolução da relação entre integrados (produtores) e integradoras (indústrias) dentro das Cadecs. Segundo ele, o documento foi desenvolvido com representantes de ambos os grupos e traz consensos importantes para toda a cadeia.

O presidente da Comissão Nacional de Aves e Suínos da CNA destacou que o manual não deve interferir em ações que estão em andamento ou acordos consolidados. Pinheiro ressalta a necessidade de empenho das indústrias e produtores para disponibilizar 100% dos Relatórios de Informações da Produção Integrada (RIPis) para as Cadecs, visto que este documento dos lotes produzidos é a principal matéria-prima da Cadec e, sem isso, não existe simetria de informações entre as partes.

Outro ponto fundamental é que, enquanto não existir um valor de referência definido pelo Fórum Nacional de Integração (Foniagro), as Cadecs serão responsáveis por assegurar a viabilidade econômica e equilíbrio dos contratos e a continuidade dos processos produtivos e de negociação.

“É importante lembrarmos que essa é a primeira versão do Manual. Temos que evoluir muito ainda, principalmente na discussão com as indústrias, além de exigir que os critérios sejam aplicados”, afirmou Pinheiro.

Para Adroaldo Hoffmann, a Lei da Integração (13.288/2016) e o Manual de Boas Práticas das Cadecs são demonstrações de que o sistema de integração vem evoluindo, mas é fundamental continuar investindo em qualificação e organização.

“Temos a obrigação de nos qualificarmos para que tenhamos associações e Cadecs fortes e para que a produção evolua e o produtor tenha sustentabilidade no seu negócio”, disse ele.

A assessora das Cadecs de Avicultura do Sistema Faep/Senar-PR fez uma apresentação sobre onde estão as unidades produtivas e o estágio de desenvolvimento de cada Cadec do Paraná.

De acordo com Mariana, o estado conta com um núcleo de Cadecs para compartilhar informações e somar esforços para o fortalecimento da produção integrada. Apesar do cenário adverso, a suinocultura e a avicultura paranaenses cresceram em 2020.

“O Paraná participou da elaboração do Manual e isso nos trouxe um resultado extremamente positivo. É mais uma conquista para difundir informações e fortalecer a produção primária em todo o Brasil”.

Assessoria de Comunicação CNA
Foto: Wenderson Araujo
Telefone: (61) 2109-1419
flickr.com/photos/canaldoprodutor
twitter.com/SistemaCNA
facebook.com/SistemaCNA
instagram.com/SistemaCNA
facebook.com/SENARBrasil
youtube.com/agrofortebrasilforte

Fonte: CNA Brasil

Mais Notícias em Agronegócio

Curta O Rolo Notícias nas redes sociais:
Área de comentários
Compartilhe!
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on twitter
Share on linkedin

canal no youtube

Mais recentes