Monitor do Seguro Rural avalia produtos para florestas

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Monitor do Seguro Rural avalia produtos para florestas


Brasília (27/11/2020) – A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) participou, na sexta (27), da reunião virtual do projeto Monitor do Seguro Rural para avaliar produtos e serviços oferecidos pelas seguradoras e propor aperfeiçoamentos nos seguros agrícolas disponíveis para florestas.

O projeto é uma iniciativa do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), em parceria com a CNA e outras entidades do setor. Participaram do encontro produtores rurais e representantes dos setores público e privado, além de seguradoras.

Conforme dados do Mapa, o Programa de Seguro Rural (PSR) prevê um percentual de subvenção de 40% e limite anual de R$ 24 mil para essa modalidade de seguro. Em 2020, a área segurada de florestas pelo PSR até agora é de 35,2 mil hectares, com 263 apólices e R$ 324,7 milhões em importância segurada.

“Existem atividades e culturas pouco desenvolvidas no Brasil em seguro rural e, certamente, as florestas tem um grande potencial para crescer. A ideia é entender qual seria o melhor produto e o que precisa aprovar para termos um seguro eficiente para o setor”, disse o diretor do Departamento de Gestão de Riscos da Secretaria de Política Agrícola do Mapa, Pedro Loyola.

Na opinião do assessor técnico da CNA, Rogério Avellar, a baixa adoção de seguros do setor de florestas plantadas acontece em razão do desconhecimento dos produtos – específicos e oferecidos por poucas seguradoras – e pelas peculiaridades do setor, que tornam o produto caro para médios e grandes produtores.

Para aumentar a utilização do seguro, ele acredita que é preciso aproximar seguradoras e produtores. Segundo Rogério, a CNA também vem promovendo iniciativas para aumentar esse diálogo dentro da Comissão Nacional de Silvicultura e Agrossilvicultura, a fim de conseguir mais informações e detalhes para aperfeiçoar os produtos.

“É importante que esses produtos tenham uma modelagem mais adequada à realidade da produção florestal e do próprio produtor. Essa aproximação é fundamental para que esses produtos possam ser futuramente adquiridos e esse mercado se tornar importante para o setor de florestas”, afirmou Rogério Avellar.

Durante a videoconferência, uma representante da seguradora Mapfre apresentou produtos para o segmento.

Assessoria de Comunicação CNA
Foto: Wenderson Araujo
Telefone: (61) 2109-1419
flickr.com/photos/canaldoprodutor
twitter.com/SistemaCNA
facebook.com/SistemaCNA
instagram.com/SistemaCNA
facebook.com/SENARBrasil

Fonte: CNA Brasil

Mais Notícias em Agronegócio

Curta O Rolo Notícias nas redes sociais:
Área de comentários
Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Mais recentes