Monitor do Seguro Rural avalia produtos para frutas

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Monitor do Seguro Rural avalia produtos para frutas


Brasília (30/10/2020) – A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) participou, na sexta (30), da reunião virtual do projeto Monitor do Seguro Rural para avaliar produtos e serviços oferecidos pelas seguradoras e propor aperfeiçoamentos nos seguros agrícolas disponíveis para uva, melancia, pera, mamão, kiwi e abacaxi.

O projeto é uma iniciativa do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), em parceria com a CNA e outras entidades do setor. Participaram do encontro produtores rurais e representantes dos setores público e privado, além de seguradoras.

Segundo o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), sete seguradoras comercializaram apólices de uva, melancia, pera, mamão, kiwi e abacaxi em 2019 e 2020. O Programa de Seguro Rural (PSR) prevê um percentual de subvenção de 40% do valor do prêmio e limite anual de R$ 48 mil para essa modalidade de seguro.

A uva é a cultura que mais utiliza o produto dentre as frutas. Em 2020, a área segurada é de quase 34 mil hectares, com mais de nove mil apólices e R$ 868 milhões em importância segurada.

O assessor técnico da Comissão Nacional de Fruticultura da CNA, Erivelton Cunha, destacou que o seguro é extremamente importante para as frutas. Conforme ele, a cadeia produtiva enfrenta adversidades climáticas todos os anos e representa um segmento “descoberto” de produtos específicos.

Na opinião de Erivelton, é necessário desenvolver opções que atendam as características regionais. Como exemplo, ele cita os seguros para uva, que geralmente cobrem apenas granizo e geada e estão concentrados no Rio Grande do Sul, enquanto problemas como chuvas e ventos são comuns na região do Vale do São Francisco.

“Esse é um gargalo para tentarmos solucionar em conjunto. A produção de uva é ampla e distribuída em todo o País. Todas as outras culturas têm características regionalizadas e, muitas vezes, os produtos não atendem essas diferenças”, afirmou.

Apesar da diversidade de frutas atendidas pelas seguradoras, o produto básico de seguro rural oferecido sempre é granizo, podendo adicionar uma cobertura contra geada ou perda de qualidade. Isso demonstra a necessidade de ter produtos de seguro mais regionalizados para as diversas frutas.

Durante a videoconferência, representantes das seguradoras Mafre e Tokio Marine apresentaram produtos para o segmento. A reunião também contou com a participação da assessora técnica da CNA, Carolina Yuri Nakamura.

Assessoria de Comunicação CNA
Foto: Wenderson Araujo
Telefone: (61) 2109-1419
flickr.com/photos/canaldoprodutor
twitter.com/SistemaCNA
facebook.com/SistemaCNA
instagram.com/SistemaCNA
facebook.com/SENARBrasil

Fonte: CNA Brasil

Mais Notícias em Agronegócio

Curta O Rolo Notícias nas redes sociais:
Área de comentários
Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Mais recentes