Propostas sobre ‘soluções para suinocultura’ e ‘agricultura 4.0’ são vencedoras do Prêmio Agro Ciência 2020

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Propostas sobre ‘soluções para suinocultura’ e ‘agricultura 4.0’ são vencedoras do Prêmio Agro Ciência 2020


A qualidade dos projetos finalistas e o engajamento de alunos e orientadores, foram destaque na sessão técnica de apresentações do Prêmio Agro Ciência Sistema Famasul, realizada nesta quinta-feira (22). Na etapa final do desafio, que aconteceu virtualmente, foram vencedores os trabalhos com temas ligados à ‘agricultura inteligente’ e ‘soluções para a suinocultura’.

Na categoria graduação, o primeiro lugar foi da aluna da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Sara Cristiane Machado Vaz. Para a pós-graduação, o primeiro lugar é da Rita Therezinha Rolim. Ambas terão o valor de R$ 1.000 que devem ser utilizados em inscrição de eventos científicos, além de troféus para as alunas e orientadores.

“É gratificante ver tantos acadêmicos com o ‘sabor pelo saber’. A iniciativa cumpriu com seu objetivo, de despertar o interesse pelo avanço do agro, pela sustentabilidade, por um ambiente mais fértil e produtivo. O projeto nasceu em prol da ciência, desta área tão importante para todos os segmentos da sociedade. Estamos diante de protagonistas na evolução do setor e responsáveis por trazerem inovações”, afirmou o superintendente do Senar/MS, Lucas Galvan.

O coordenador do projeto, o assessor técnico do Sistema Famasul, Guilherme Almeida, destacou a importância de discussões como estas para garantir resultados ainda maiores nas cadeias produtivas. “O conhecimento científico gerado nos encontros é essencial e determinante para os resultados e sucesso da agropecuária sul-mato-grossense. O prêmio é realizado para reforçar a ligação entre a comunidade acadêmica e instituição. Parabenizo a todos pela determinação, disciplina, pela atitude de elaborarem esses projetos mesmo durante um período desafiador para muitos”.

Cinco finalistas de graduação e quatro de pós-graduação, acompanhados dos seus respectivos orientadores, tiveram cerca de 10 minutos para fazer a defesa do seu projeto. Os alunos tiveram a oportunidade de tirar dúvidas sobre os outros projetos apresentados.

Dedicação e alto nível

Na categoria graduação o projeto vencedor é da aluna da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Sara Cristiane Machado Vaz, com o tema “Agricultura 4.0: as principais barreiras para a adoção em massa de práticas inovadoras de agricultura inteligente”, com orientação do professor Victor Fraile Sordi. 

001%20WEB

“Faço parte de um projeto voluntário na UFMS e foi a partir desta experiência que surgiu a oportunidade de preparar vários artigos. Quero seguir nessa linha de pesquisa, já que não temos um material concreto sobre o assunto. Agradeço meu orientador e à toda organização do Sistema Famasul”, disse a aluna.

O projeto “Caracterização da suinocultura de Mato Grosso do Sul – Discussão entre fatos e ciência”, elaborado pela aluna, Rita Therezinha Rolim, da Universidade Federal da Grande Dourados, orientado pelo professor Clândio Favarini Ruviaro, foi o campeão na categoria pós-graduação.

“Estamos todos no mesmo caminho e nível de atuação dentro da ciência no estado. Eu insisti para participar desse prêmio e quando vi o tema já sabia o que iria escrever. Quero agradecer e parabenizar a organização pela realização deste evento com muita qualidade”, esclarece a vencedora.

“Valorizamos e reconhecemos a dedicação de cada envolvido nesse processo. A iniciativa fomenta discussões e estamos impressionados com a qualidade dos trabalhos, dos questionamentos que se propuseram a solucionar”, concluiu Lucas Galvan.

Fonte: CNA Brasil

Mais Notícias em Agronegócio

Curta O Rolo Notícias nas redes sociais:
Área de comentários
Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Mais recentes