Search
Close this search box.

Protestos bloqueiam BR-163 e trecho da Dutra após eleições

Compartilhe

Manifestantes apoiadores do presidente Jair Bolsonaro interditaram a BR-163 em seis pontos na região do Mato Grosso na manhã desta segunda-feira (31), após o resultado do segundo turno das eleições. A Via Dutra foi bloqueada em ambos os sentidos em trecho no Rio de Janeiro.

Conforme imagens que circulam nas redes sociais, os manifestantes teriam ateado fogo em pneus em trechos da BR-163 em Mato Grosso. A rodovia é considerada uma importante rota de transporte para produtos do agronegócio do Estado, uma vez que leva em direção aos portos do Arco Norte, como o de Miritituba, em Itaituba, no Pará.

A concessionária Rota do Oeste, que administra a rodovia, confirmou o fechamento nos seguintes pontos do estado: Nova Mutum, na altura dos kms 594 e 602; Lucas do Rio Verde, no km 691; Sorriso, km 746; e Sinop, no km 835. A empresa também citou bloqueio da BR-364 no km 395 e da Rodovia dos Imigrantes e no Trevo do Lagarto, km 524 da BR-070.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), por volta das 10h, foram registrados “bloqueios e aglomerações” em 12 estados, incluindo o Distrito Federal, com 70 pontos no total. A Confederação Nacional dos Transportadores Autônomos (CNTA) informou que há 19 pontos de interdições em rodovias, dos quais seis no Mato Grosso, seis em Santa Catarina, 2 no Rio Grande do Sul, 2 no Paraná, um em Minas Gerais e um no Rio de Janeiro.

Em Barra Mansa, no Rio de Janeiro, há interrupção em ambos os sentidos da Via Dutra, rota de interligação do Estado com São Paulo, no km 281. A PRF de São Paulo também citou dois focos de manifestações mais cedo nas rodovias federais BR-153 e BR-116, porém disse que os trechos já foram liberados. 

Fonte: AgroPlus

Compartilhe!

PUBLICIDADE

canal no youtube