Senar-PA forma técnicos em agronegócio do Polo Presencial de Santa Izabel do Pará

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Senar-PA forma técnicos em agronegócio do Polo Presencial de Santa Izabel do Pará


Foi realizada em 16 de outubro, na sede do Sindicato de Produtores Rurais de Santa Izabel do Pará – Sinpriz, a Solenidade de Formatura de 25 alunos do Curso Técnico em Agronegócio da rede e-Tec, primeiro curso técnico de nível médio na modalidade à distância oferecido pelo Senar através do Polo Presencial de Santa Izabel do Pará, pioneiro no Estado.

7e609617 4c63 41c0 a349 8afd0978999c

Intitulada turma “Iacira Leite Sedrim”, essa foi a sexta turma formada pelo Polo Presencial de Santa Izabel do Pará. A cerimônia contou com as presenças do presidente da Faepa, Carlos Xavier, do superintendente do Senar, Walter Cardoso, do superintendente federal de Agricultura, Luiz Pinto de Oliveira, da homenageada Iacira Sedrim e do presidente do Sinpriz, Jone Yamagushi, bem como de outras autoridades. 

Sem titulo 201027 152100

O pratono da turma é Gilsomar Henrique de Freitas, a oradora Antonia Elisangela Abreu, a paraninfa Maria Luzilândia de Souza e a juramentista Luciana Damasceno Carvalho.

cf72cd1b 8329 446f a570 f330d3d569bd

Com duração de dois anos, o principal objetivo do curso desenvolvido pelo Senar em parceria com a Rede e-Tec Brasil, programa do Ministério da Educação (MEC), é formar e qualificar profissionais para a aplicação dos procedimentos de gestão e comercialização do agronegócio, com ênfase na variedade de segmentos e cadeias produtivas do Brasil.

Perfil – O Técnico em Agronegócio formado pelo Senar é um profissional especializado na execução de procedimentos de gestão do agronegócio, que planeja e auxilia na organização e controle das atividades de gestão do agronegócio. Sua atuação não se limita aos processos internos de uma propriedade, podendo trabalhar em empresas comerciais, estabelecimentos agroindustriais, serviços de assistência técnica, extensão rural e pesquisa. Além disso, é um profissional consciente de seu valor e importância para a sociedade brasileira. O Técnico em Agronegócio cumprirá seu importante papel de agente de transformação, na medida em que atuará como parceiro do produtor rural, por meio de técnicas inovadoras e sustentáveis, na conquista da produtividade e lucratividade, com visão empreendedora para a melhoria da qualidade de vida do meio rural.

Mercado de Trabalho – A grande vantagem para quem segue o caminho do curso técnico é chegar mais cedo ao mercado de trabalho. No caso do curso Técnico em Agronegócio entra num mercado que não para de crescer e que, atualmente, é o carro-chefe da economia brasileira. O mercado, principalmente no meio rural, está totalmente aberto a novos profissionais com conhecimento técnico, um perfil valorizado e ainda em falta no país. O técnico recém-formado poderá trabalhar tanto em propriedades rurais, indústrias, federações e associações, como em empresas de pesquisa e fomento.

Oportunidade – O curso técnico em Agronegócio vem há cinco anos formando técnicos qualificados para o mercado de trabalho paraense. Ao todo, já foram formados 695 técnicos em agronegócio no estado do Pará e cerca de 500 alunos estão em fase de conclusão.

    Fonte: CNA Brasil

    Mais Notícias em Agronegócio

    Curta O Rolo Notícias nas redes sociais:
    Área de comentários
    Compartilhe!
    Compartilhar no facebook
    Compartilhar no whatsapp
    Compartilhar no telegram
    Compartilhar no twitter
    Compartilhar no linkedin

    Mais recentes