Alta velocidade é a principal causa de atropelamento de tamanduás na Gastão Dal Farra

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Alta velocidade é a principal causa de atropelamento de tamanduás na Gastão Dal Farra

Alta velocidade é a principal causa de atropelamento de tamanduás na Gastão Dal Farra

O IB (Instituto de Biociências) da Unesp de Botucatu afirma em nota oficial que a alta velocidade dos veículos que trafegam pela Gastão Dal Farra é a principal causa dos constantes atropelamentos de Tamanduás Bandeiras na via.

Na nota o instituto ressalta que a quantidade de acidentes envolvendo esse animal é assustador e crítico, lembrando que em menos de um ano já foram atropelados cinco animais adultos em um curto trecho de aproximadamente 1 km de via. “É preciso que sejam tomadas providências imediatas e efetivas para garantir a segurança destes animais, que já se encontram em situação vulnerável”, cobra a nota oficial.

Segundo os biólogos nesta época do ano os animais se deslocam a procura de água, alimento e de parceiros para reprodução, sendo comum a presença de animais dessa espécie cruzando a pista. “Estamos na época seca, durante a qual os tamanduás-bandeira, bem como outras espécies de mamíferos silvestres também ameaçadas, como o lobo-guará, se deslocam mais a procura de água, alimento e de parceiros para reprodução”.

a nota ainda observa que é comum esse tipo de travessia no trecho entre o Parque Tecnológico e o Bairro Demétria, entre às 17:30h e 8:00h.

A nota o instituto se coloca à disposição da Prefeitura Municipal e da Concessionária Rodovias do Tietê para dar suporte técnico para a elaboração de um plano de ação para evitar novos acidentes.

Confira a nota Oficial do IB

“A Diretoria do Instituto de Biociências da Unesp de Botucatu manifesta sua preocupação com os casos frequentes de atropelamentos de tamanduás-bandeira ocorridos na rodovia Gastão Dal Farra, em Botucatu. O excesso de velocidade dos motoristas que trafegam pela via configura-se como a principal causa destes atropelamentos e representa um sério risco para a manutenção da população desta espécie ameaçada de extinção.

O número de atropelamentos é assustador e muito preocupante. Em um intervalo inferior a um ano foram atropelados cinco tamanduás-bandeira adultos, incluindo uma fêmea prenha, em um trecho de pouco mais de 1 km da rodovia. É preciso que sejam tomadas providências imediatas e efetivas para garantir a segurança destes animais, que já se encontram em situação vulnerável.

Estamos na época seca, durante a qual os tamanduás-bandeira, bem como outras espécies de mamíferos silvestres também ameaçadas, como o lobo-guará, se deslocam mais a procura de água, alimento e de parceiros para reprodução. Será comum vê-los atravessando a rodovia Gastão Dal Farra, no pequeno trecho entre o Parque Tecnológico e o Bairro Demétria, principalmente no período entre às 17:30h e 8:00h.

O IB/Unesp de Botucatu se coloca à disposição da Prefeitura Municipal e da Concessionária Rodovias do Tietê para participar e dar todo o suporte técnico necessário para a elaboração de um plano de ação para o enfrentamento desta situação”

Mais Notícias de Botucatu e Região

Curta O Rolo Notícias nas redes sociais:

Área de comentários
Compartilhe!
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on twitter
Share on linkedin

canal no youtube

Mais recentes