Início BOTUCATU E REGIÃO BOTUCATU “Baixinho” foi preso pela GCM após agredir ex-mulher com chutes e puxões...

“Baixinho” foi preso pela GCM após agredir ex-mulher com chutes e puxões de cabelo

COMPARTILHE
violência doméstica
“Baixinho” foi preso pela GCM após agredir ex-mulher com chutes e puxões de cabelo

“Baixinho” foi preso pela GCM após agredir ex-mulher com chutes e puxões de cabelo

Um homem identificado por “Baixinho” (apelido fictício) de 40 anos, foi preso pela Guarda Municipal de Botucatu (GCM) por violência doméstica. O fato aconteceu no final da noite desta quarta-feira, 24, na Vila Ferroviária, em Botucatu.

“Baixinho” gosta de beber, tomar seu “pileques”. Depois que separou da esposa, a coisa desandou e ele começou a beber com mais frequência, e quando bebe, fica violento.

Na noite de quarta-feira, após tomar todas, foi fazer uma “vista” para a esposa, queria matar as saudades. Visivelmente embriagado, “Baixinho” bateu à porta, mas a ex-mulher não permitiu a entrada, pois percebeu que o ele estava bastante alterado.

Depois de várias tentativas de entrar amigavelmente na residência, “Baixinho” resolveu entrar na base da força física. Segundo informações, ele agrediu a ex-mulher com chutes e puxões de cabelo, chegando a arrancar tuchos de cabelos da vítima. O homem violento também bateu várias vezes a cabeça da mulher no chão. Após as agressões, a mulher conseguiu chamar a GCM pelo telefone 199.

Os Gcms Regina e Machado foram ao local e conversaram com a vítima, que relatou o caso de violência. O agressor não estava mais na residência, e a mulher contou que após as agressões, ele teria fugido, tomando rumo ignorado.

Com as características do suspeito, a guarnição logo conseguiu abordá-lo e detê-lo nas proximidades da residência. Ao ser questionado, “Baixinho”, temeroso, negou o fato.

A equipe da GCM então deu voz de prisão ao homem violento e ele foi conduzido ao plantão policial. O delegado plantonista tomou ciência dos fatos e ratificou a voz de prisão por violência doméstica. Ao final, o homem acabou sendo encaminhado para a cadeia pública, onde permaneceu à disposição da justiça.

#violência doméstica #agressor

Leia mais Notícias de Botucatu e região O Rolo

Curta O Rolo Notícias nas redes sociais:
Área para comentários
COMPARTILHE