Filha de secretário de saúde é presa após desacatar policiais e danificar computador de hospital

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Filha de secretário de saúde é presa após desacatar policiais e danificar computador de hospital

Filha de secretário de saúde é presa após desacatar policiais e danificar computador de hospital

A Filha de secretário de saúde de Conchas, uma enfermeira de 37 anos, foi presa em flagrante nesta quinta-feira (27) depois de danificar objetos do hospital da cidade e desacatar policiais militares. Suellen Chaguri é filha do secretário de Saúde da cidade e fez uma live sobre a prisão nas redes sociais.

De acordo com a Polícia Civil, a PM foi acionada depois que a enfermeira se recusou a assinar uma advertência administrativa no hospital e passou a desacatar outros funcionários. A polícia informou que Suellen danificou objetos da unidade e quebrou um computador.

A Polícia Militar foi até o hospital e levou a enfermeira até a delegacia de Conchas, onde ela permaneceu presa por dano ao patrimônio, desacato e desobediência.

Segundo a polícia, os crimes não cabem fiança, então a mulher foi levada à cadeia de Cesário Lange e vai passar por audiência de custódia nesta sexta-feira (28).

Após a chegada da Polícia Militar no hospital e durante o período em que permaneceu na delegacia, Suellen Chaguri fez uma live nas redes sociais, na qual alegou que o pai dela mandou a advogada da prefeitura prendê-la.

Captura de tela 2022 01 28 095600

No vídeo, a enfermeira disse que foi advertida pela direção do hospital porque ela teria retirado um computador do ambulatório da Covid no hospital e estava sendo presa porque expôs “verdades” sobre a Secretaria de Saúde do município.

Segundo a Polícia Civil, durante a live, Suellen também ofendeu policiais e outras autoridades. O vídeo teve mais de 6 mil visualizações até as 18h desta quinta-feira (27), e o celular dela foi apreendido para perícia.

A TV TEM entrou em contato com o secretário de Saúde Miguel Chaguri e com a prefeitura de Conchas, que administra o hospital, para pedir um posicionamento sobre o ocorrido, mas não obteve retorno até a última atualização desta reportagem.

Do G1 de Itapetininga e Região

Mais Notícias de Botucatu e Região

Curta O Rolo Notícias nas redes sociais:

Compartilhe!
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on twitter
Share on linkedin
Área de comentários

canal no youtube

Mais recentes