Leilão de transmissão de energia gerará investimentos de R$ 1,3 bilhão

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram

Leilão de transmissão de energia gerará investimentos de R$ 1,3 bilhão


A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) promoveu, nesta quarta-feira (30), o primeiro leilão de transmissão de energia elétrica de 2021 com cinco lotes para a construção e manutenção de 515 quilômetros em linhas de transmissão e de 2.600 megavolt-ampéres (MVA) em potência de subestações. O leilão ocorreu na Bolsa de Valores B3, em São Paulo.

Os empreendimentos contemplam seis estados: Acre, Mato Grosso, Rio de Janeiro, Rondônia, São Paulo e Tocantins. A expectativa de investimento é de R$ 1,3 bilhão e se estima a criação de 3.057 empregos diretos.

O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, destacou a importância do leilão e afirmou que outros virão pela frente. “Fico orgulhoso como cidadão brasileiro pelos investimentos que estão sendo realizados, pelo ambiente de negócios que estamos proporcionando para que o país possa não só se desenvolver, mas também ter um desenvolvimento sustentável ao longo do tempo.”

“Está autorizado pelo Ministério de Minas e Energia o leilão de dezembro de transmissão que também não tenho dúvida que será um sucesso. E os dois próximos de 2022 que serão realizados também com investimentos vultosos de valor. Isso tudo mostra que o nosso setor está se expandindo”, afirmou o ministro Bento Albuquerque. “Temos muitos investimentos a serem realizados. Serão cerca de R$ 90 bilhões em investimentos nos próximos 10 anos só em transmissão de energia.”

Concessões

Foram licitadas concessões para a construção, operação e manutenção de três linhas de transmissão e cinco subestações. O prazo para operação comercial dos empreendimentos varia de 36 a 60 meses, para concessões por 30 anos, contados a partir da celebração dos contratos. A assinatura dos contratos de concessão está prevista para o fim de setembro.

O valor global da Receita Anual Permitida de Referência (RAP) a ser paga aos empreendedores é de aproximadamente R$ 187,2 milhões. A RAP é a receita anual que a transmissora terá direito pela prestação do serviço público de transmissão aos usuários, a partir da entrada em operação comercial das instalações.

A proposta de edital foi debatida com a sociedade por meio de consulta pública e recebeu mais de 100 contribuições. As instalações de transmissão desse leilão fazem parte do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), da Presidência da República.

Lotes concedidos

Mapa

O Lote 1 é integrado por três instalações no Acre e Rondônia
Vencedor: EDP Energias do Brasil
Investimento: R$ 423.155.000
Extensão: 395 km
Potência: 300 MVA
Prazo: 60 meses

O Lote 2 é composto por três instalações no Rio de Janeiro
Vencedor: Shanghai Shemar Power Holdings Co LTD
Investimento: R$ 420.727.000
Extensão: 100 km
Potência: 1.200 MVA
Prazo: 60 meses

O Lote 3 é composto por duas instalações no Mato Grosso
Vencedor: MEZ Energia e Participações Ltda
Investimento: R$ 210.488.000
Extensão: 1 km
Potência: 600 MVA
Prazo: 42 meses

O Lote 4 é integrado por uma instalação no Tocantins
Vencedor: Energisa Transmissão de Energia AS
Investimento: R$ 74.914.000
Potência: 200 MVA
Prazo: 36 meses

O Lote 5 é integrado por três instalações em São Paulo
Vencedor: MEZ Energia e Participações Ltda
Investimento: R$ 161.364.000
Extensão: 19 quilômetros
Potência: 300 MVA
Prazo: 42 meses

Fonte: Brasil.gov

Mais Notícias de BRASIL

Curta O Rolo Notícias nas redes sociais:
  • Facebbok
  • Twiter
  • Youtube
Área de comentários
Compartilhe!
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on twitter
Share on linkedin

canal no youtube

Mais recentes