PSL do RN quer expulsar deputado bolsonarista alvo do STF

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

PSL do RN quer expulsar deputado bolsonarista alvo do STF

.

O presidente do PSL do Rio Grande do Norte, Daniel Sampaio, afirmou nesta quarta-feira (17) que solicitará abertura do processo de expulsão do deputado federal general Girão do partido.

Girão teve seu sigilo bancário quebrado ontem (16) por decisão do ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Alexandre de Moraes no âmbito do inquérito que apura a realização de atos antidemocráticos. A decisão atinge, ainda, outros nove deputados federais e um senador.

Leia mais: Moraes autoriza quebra do sigilo bancário de bolsonaristas

Diante dos episódios, o PSL quer a expulsão do deputado bolsonarista alvo do STF.

“O PSL do RN encaminhará solicitação de abertura de processo de expulsão do filiado junto ao conselho de ética do partido por descumprimento das sanções impostas àqueles que se encontram suspensos pelo partido, que impedem a atuação partidária do filiado durante o período de suspensão, além de reincidir na prática de infidelidade partidária”, disse Sampaio em nota.

Veja também: STF tem maioria para validar inquérito das fake news

“A respeito da atuação partidária do deputado General Girão, com vistas as eleições municipais deste ano no Rio Grande do Norte, informamos que o mesmo não está autorizado a fazer qualquer tratativa em nome do PSL, especialmente em relação a acordos eleitorais com outras legendas, destacadamente o PRTB”, acrescenta.

O presidente do PSL-RN disse também que Girão se encontra, neste momento, suspenso pelo partido, em decorrência de processo ético-disciplinar aberto em novembro de 2019, por desobediência ao estatuto do partido.

Fonte: R7

Área de comentários
Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Mais recentes