Search
Close this search box.

Terremoto deixa mais de mil mortos no Marrocos

Compartilhe

Terremoto deixa mais de mil mortos no Marrocos

Não há registro de brasileiros entre as vítimas, diz embaixada

A TV estatal do Marrocos informou que mais de mil pessoas morreram e centenas ficaram feridas, em consequência do terremoto que atingiu o país no norte da África, na noite desta sexta-feira (8), segundo a agência de notícias Reuters. Foram reportadas 1.037 vítimas e pelo menos 672 feridos.

A Embaixada do Brasil em Rabat informou que, até o momento, não há notícia de brasileiros mortos ou feridos em decorrência do terremoto que atingiu a província de Al Haouz, no sul do Marrocos.

De acordo com o Serviço Geológico dos Estados Unidos, o tremor atingiu 6,8 na escala Ritcher. O epicentro do terremoto ocorreu a uma profundidade de 18,5 quilômetros (km), cerca de 72 km a nordeste de Marrakesh, pouco depois das 23h (horário local).

Apoio

A embaixada brasileira destacou que acompanha com atenção os desdobramentos do terremoto e manifestou solidariedade “neste momento de grande pesar pelas perdas humanas e materiais decorrentes do abalo sísmico”.

O avião de transporte KC-390 Millennium, da Força Aérea Brasileira (FAB), decolou rumo a Porto Príncipe, capital do Haiti, levando ajuda humanitária, neste domingo (22). A iniciativa é um esforço dos Ministérios da Justiça e Segurança Pública (MJSP), Defesa (MD), Relações Exteriores (MRE), Saúde (MS) e Desenvolvimento Regional (MDR), em decorrência do terremoto de magnitude 7.2 que atingiu aquele país no sábado (14).

O Presidente Jair Bolsonaro acompanhou o embarque de passageiros e insumos da Base Aérea de Brasília. “A menos de uma semana, recebi a informação de um pedido de nossos irmãos haitianos. Rapidamente, com as Forças Armadas, com nosso Corpo Diplomático, entre outras instituições, essa missão foi rapidamente programada”, disse o Presidente Jair Bolsonaro.

A previsão de desembarque na capital haitiana é às 19h25 (horário de Brasília). A aeronave transporta 32 bombeiros militares e cerca de sete toneladas de materiais e equipamentos de emergência, do Corpo de Bombeiros do DF, de Minas Gerais e também da Força Nacional de Segurança Pública (FNSP).

Além desses, mais 3,5 toneladas de medicamentos e insumos estratégicos do MS, que incluem cinco kits de 250 kg cada. Planejado para situações de desastres, o material visa atender até dez mil pessoas por unidade. Entre os insumos também estão presentes materiais de uso hospitalar disponibilizados pela Força Nacional do SUS, como macas, colares cervicais, biombos e outros. A assistência farmacêutica do Ministério disponibilizou, ainda, insulina humana tipo regular, medicamento que tem ação rápida em casos de choque, ocasionado pela diminuição anormal do volume do sangue.

Terremoto no Haiti

O Brasil manifestou solidariedade ao povo haitiano depois do terremoto que atingiu o país no último dia 14. O número de mortes ultrapassou 2 mil e foram centenas de feridos. Logo depois do terremoto de magnitude de 7,2, um ciclone tropical também atingiu o país, dificultando as buscas por sobreviventes.

Em nota, o Governo Federal reafirmou o firme compromisso com a continuidade da ajuda humanitária prestada àquele país.

Fonte: Agência Brasil

Mais Notícias de BRASIL

Curta O Rolo Notícias nas redes sociais:
Compartilhe!

PUBLICIDADE

canal no youtube