Confira cinco dicas para reduzir o consumo de combustível

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Confira cinco dicas para reduzir o consumo de combustível


source
consumo de combustível
Divulgação

Eficiência energética está na ordem do dia, mas ainda existem alguns modelos com consumo acima do ideal


Embora tecnologias como os motores turbo de baixa cilindrada e os pneus de baixa resistência à rodagem tenham contribuído para reduzir o consumo de combustível nos carros atuais, boa parte do trabalho de tornar o veículo mais ou menos eficiente ainda depende da maneira como o proprietário cuida e guia o veículo.


Por este motivo, a reportagem do iG Carros foi atrás de algumas dicas do Cesvi Brasil (Centro de Experimentação e Segurança Viária), que se seguidas à risca certamente vão resultar em economia de combustível . A lista inclui desde orientações de manutenção até a forma mais eficiente para se guiar.

1 – Elimine o peso extra

No desenvolvimento de um novo modelo de carro, as montadoras dedicam parte dos seus esforços para reduzir o peso do conjunto. O objetivo disso é simples: quanto menos peso o motor precisa “carregar”, menos esforço vai fazer e menos combustível vai gastar.

Por essa razão, nunca carregue objetos desnecessários no interior do veículo ou no porta-malas. Muitas vezes, você pode estar carregando um passageiro extra em peso morto sem que tenha se dado conta disso.

2 – Nada de banguela

Diferente do que se imagina, guiar um carro com injeção eletrônica na banguela não ajuda a economizar combustível, além de comprometer a segurança pela perda do efeito freio-motor.

A maneira mais eficiente de guiar em declives é tirar o pé do acelerador e manter o carro engrenado. Nessa condição, o sistema de injeção reconhece a descida e interrompe automaticamente a injeção de combustível.

3 – Direção tranquila

Para reduzir o consumo de combustível, um ponto fundamental é não forçar o veículo de maneira desnecessária. Evite acelerações bruscas ou rodar por muito tempo com o motor em rotação muito alta.

Em caso de dúvida, o manual do proprietário pode ajudar a esclarecer qual é a marcha recomendada para cada velocidade desenvolvida.

4 – Termostática

Componente responsável por controlar a circulação de líquido no sistema de arrefecimento, a válvula termostática pode travar na posição “aberta”, permitindo que o motor trabalhe muito frio e fazendo com que a injeção envie mais combustível para o sistema.

Nos carros equipados com o medidor, uma maneira fácil de identificar uma termostática defeituosa é observar se a temperatura oscila demais ou fica muito baixa ao se rodar em uma estrada. O ideal é que o líquido de arrefecimento esteja sempre por volta de 90° C com o motor quente.

5 – Manutenção

A manutenção geral do veículo é importantíssima para garantir o seu melhor rendimento. Componentes como velas , cabos e catalizador com problemas podem comprometer bastante funcionamento correto do motor.

O mesmo vale para pneus descalibrados, suspensão desgastada e a direção desalinhada. Situações que acarretam em um consumo maior de combustível .

Fonte: IG CARROS

Mais Notícias em CARROS

Curta O Rolo Notícias nas redes sociais:
Área de comentários
Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Mais recentes