Entenda porque vender carro pela Fipe nem sempre é bom negócio

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Entenda porque vender carro pela Fipe nem sempre é bom negócio


source
vendas
Divulgação

Na hora de vender o carro é preciso saber qual é o valor ideal para fazer uma boa negociação

A KBB Brasil, empresa especialista na precificação de carros novos e usados, faz um estudo para explicar que nem sempre é um bom negócio vender o seu carro pelo preço da tabela Fipe, o que é muitas vezes considerado sinônimo de negócio bem feito.

A tabela, que é produzida pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, é considerada uma das ferramentas mais importantes quando o assunto é vender carro , trazendo todos os meses os valores médios praticados no mercado para determinado modelo em todo o Brasil.

Mas segundo a KBB, a base de registros usada pela Fipe é cerca de três vezes menor. O resultado prático disso é que, em algumas ocasiões, a Fipe costuma reunir numa mesma faixa de preço versões bem diferentes de um mesmo carro.

Um exemplo citado pela empresa é o do Ford Focus 1.6 2014, no qual as versões S, SE e SE Plus aparecem precificadas em R$ 41.210, apesar de trazerem um conteúdo bem diferente em termos de equipamentos.

A empresa de precificação destaca que a tabela da KBB utiliza usa uma metodologia diferente da Fipe, com coleta semanal de preços e que leva em consideração também fatores como quilometragem, região, cor e estado de conservação.

A tabela da KBB mostra que um Focus SE 2014 pode ser negociado com um particular por preços que chegam a até R$ 46.291. A partir disso, consegue-se ter uma ideia do valor ideal para vender carro .

Fonte: IG CARROS

Mais Notícias em CARROS

Curta O Rolo Notícias nas redes sociais:
Área de comentários
Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Mais recentes