Honda investirá US$ 40 bilhões em veículos elétricos até 2030

Compartilhe

Honda investirá US$ 40 bilhões em veículos elétricos até 2030


source
Protótipos de esportivos elétricos da Honda, que vai lançar uma série de modelos, até o substituto do NSX
Divulgação

Protótipos de esportivos elétricos da Honda, que vai lançar uma série de modelos, até o substituto do NSX

A Honda anuncia sua nova estratégia visando a próxima década. A marca planeja investir cerca de US$ 40 bilhõe em eletrificação e softwares, e lançará 30 veículos elétricos, incluindo dois esportivos, até 2030.

Os 30 novos modelos serão produzidos de acordo com a demanda local. Para a América do Norte, dois SUVs serão lançados em 2024, e estão sendo desenvolvidos em conjunto com a General Motors . Até o momento, a informação é de que um modelo será o Honda Prologue e o outro será lançado pela Acura , divisão de luxo da montadora.

Ainda em 2024, a Honda irá lançar um veículo comercial leve compacto, exclusivamente para o mercado japonês e focado no baixo custo, e também um subcompacto e SUVs elétricos . O mercado chinês receberá grande atenção da Honda, e receberá dez novos veículos até 2027, visando abastecer a demanda crescente de veículos não poluentes na China.

Sobre a dupla de esportivos, um deles servirá como carro-chefe da marca, e segundo a Honda, terá a missão de transmitir o prazer da condução à era elétrica. É provável que esse modelo seja o sucessor do NSX , que se aproxima do final de vida sem nunca ter sido um grande sucesso, como a primeira geração.

Honda mostra o esqueleto de um dos novos carros elétricos que a marca vai lançar
Divulgação

Honda mostra o esqueleto de um dos novos carros elétricos que a marca vai lançar

Em 2026 a marca planeja o lançamento da Honda e: Architecture, uma nova plataforma voltada exclusivamente para veículos elétricos , e fará a combinação das mais recentes tecnologias em software e hardware, propondo vanguarda tecnológica nos veículos.

Leia Também

Além disso, a partir desta plataforma surgirá uma série de “veículos elétricos a preços acessíveis” e será parte da parceria firmada com a General Motors . Segundo a Honda, esses veículos serão competitivos com os movidos a gasolina, tanto em custos quanto em autonomia.

A redução dos preços dos carros elétricos passa pelas baterias, e pensando nisso, a montadora investira US$ 342 milhões em baterias de estado sólido, muito mais baratas de produzir do que as atuais de íon-litío, já que não utilizam elementos químicos em sua composição, e permitem mais autonomia e recargas mais rápidas. Essas novas baterias devem aparecer depois da metade da década.

Para atingir a meta de dois milhões de veículos produzidos, a Honda irá inaugurar duas novas fábricas exclusivamente de carros elétricos na China, uma em Guangzhou e outra em Wuhan, e também irá utilizar a mais recente bateria da General Motors , batizada de Ultium, além de explorar outras parcerias para produções com a CATL e Envision.

Fonte: IG CARROS

Mais Notícias em CARROS

Curta O Rolo Notícias nas redes sociais:
Compartilhe!
Área de comentários

canal no youtube

Mais recentes