Montagem incorreta e outros erros pode encurtar vida dos pneus

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Montagem incorreta e outros erros pode encurtar vida dos pneus


source
pneu
Divulgação

Troca de pneus precisa ser feita com ferramentas corretas para não causar danos que podem ser irreversíveis

A montagem de um pneu pode até parecer uma tarefa simples. Mas é necessário tomar uma série de cuidados que, caso não sejam cumpridos, provocam danos que podem até inutilizar o produto.

As falhas mais comuns envolvendo montagem de pneus estão relacionadas ao uso de lubrificação inadequada, rodas com problemas, além de maquinário e ferramentas imprópriadas ou danificadas.

“Em situações extremas, o pneu pode sofrer um corte na região da unha do talão, viabilizando a entrada de ar por entre as camadas de suas laterais e formando uma grande bolha impossível de não ser notada”, detalhou Rafael Astolfi, gerente de assistência técnica da Continental.

Mesmo que haja a lubrificação adequada, Astolfi destaca ainda que é necessário evitar o uso de vaselina mineral para a tarefa. Segundo ele, além de não secar – podendo provocar o deslizamento do pneus na roda em caso de frenagem – o produto acaba atacando a borracha do pneu, reduzindo a sua vida útil.

“Uma lubrificação deficiente, seja pela utilização de um lubrificante de qualidade inferior ou pela aplicação de uma quantidade insuficiente do produto, afeta diretamente o processo de montagem e desmontagem dos pneus, podendo causar danos irreversíveis”, destacou.

Presentes em alguns modelos no Brasil, os pneus do tipo run flat , que podem rodar “furados” por distâncias de até 80 km em velocidades de até 80 km/h, precisam de ainda mais cuidados que os normais, exigindo o uso de ferramentas e maquinários especiais.

“Isso é necessário pela natureza deste tipo de pneu, que é mais duro e muito reforçado e tem perfil baixo. É preciso ainda tomar o cuidado com os sensores de pressão que são usados em conjunto com esses pneus e podem ser danificados com o uso de ferramentas inadequadas”, afirmou Hugo Terazaki, que é gerente de assistência técnica da Sumitomo Rubber, que fabrica pneus das marcas Dunlop e Falken.

Terazaki lembra ainda que, além do uso de técnicas e ferramentas corretaspara manutenção dos pneus , é preciso assegurar o lado correto para a montagem do conjunto. “No caso de um pneu unidirecional, você até vai conseguir usar normalmente. Mas vai perder todas as vantagens do desenho da banda de rodagem. Em alguns casos, pode haver até o desgaste mais acelerado do produto”, completou o executivo.

Fonte: IG CARROS

Mais Notícias em CARROS

Curta O Rolo Notícias nas redes sociais:
Área de comentários
Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Mais recentes