Primeiro Jeep civil, modelo CJ-2A completa 75 anos

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Primeiro Jeep civil, modelo CJ-2A completa 75 anos


source
Jeep, SUV, clássico
Divulgação

Primeiro modelo ciivil da Jeep tinha estepe preso na parte esquerda, mais exatamente no para-lama traseiro

A Jeep comemora neste mês de julho os 75 anos do início da produção do CJ-2A, o primeiro modelo da marca fabricado em série para o mercado civil e que daria origem a uma linha de utilitários que tem no Wrangler o seu descendente mais direto.

LEIA MAIS: Jeep Wrangler ganha versão conceitual com motor V8

A primeira unidade do modelo 4×4 da Jeep foi produzida no dia 17 de julho de 1945, antes mesmo do fim da Segunda Guerra Mundial, que aconteceria apenas em agosto com a rendição japonesa.

Apesar de contar com a mesma carroceria básica e chassi do modelo militar MB, trazia algumas diferenças estéticas como a grade dianteira com apenas sete fendas, faróis maiores, a instalação de uma porta na traseira, (que exigiu a mudança do estepe para a lateral direita), e de um bocal externo para o tanque de combustível. 

Já na mecânica, o motor 2.2, de quatro cilindros e 61 cv foi mantido, enquanto o câmbio T-84 de três marchas do modelo militar foi trocado pelo T-90, também de três marchas mas com relações mais longas.

O CJ-2A foi produzido até 1949, quando deu espaço para o CJ-3A. Já em 1953 foi a vez do CJ-3B aparecer, modelo que no ano seguinte passaria a ser montado no Brasil pela Willys-Overland do Brasil , ainda com componentes importados dos EUA.

LEIA MAIS: Jeep aumenta preços de toda linha. Veja nova tabela

Na comparação com os antecessores, a principal diferença estética estava no capô mais alto, necessário para acomodar o novo motor Hurricane 2.2, de quatro cilindros e 73 cv.

Esta versão duraria até 1968 nos Estados Unidos, mas já em 1955 a Jeep revelava o CJ-5, modelo baseado no M-38A1 do Exército dos Estados Unidos. Lançado no Brasil em 1957 no Brasil, o CJ-5 foi fabricado a partir de 1967 pela Ford (reflexo da compra da Willys-Overland do Brasil pela marca do oval azul).

Inicialmente equipado com motores de 4 e 6 cilindros da Willys, o Jeep brasileiro recebeu em 1975 o motor Ford OHC 2.3 de quatro cilindros e 91 cv, o mesmo que era empregado no Maverick.

Por aqui, o CJ-5 duraria até 1982 e seria o último Jeep nacional até o lançamento do Renegade, em 2015. Nos Estados Unidos, em 1976 a Jeep havia apresentado o CJ-7, que seguia as mesmas linhas básicas do antecessor (com quem conviveu no mercado até 1983), mas com mudanças mecânicas e maiores dimensões.

LEIA MAIS: Jeep Compass 2021 ganha novo motor 1.3 turbo entre as mudanças

O CJ-7 foi o último modelo a utilizar o nome CJ (sigla em inglês para Jeep Civil). No lançamento do sucessor, em 1986 a Jeep decidiu adotar o nome Wrangler.

Fonte: IG CARROS

Mais Notícias em CARROS

Curta O Rolo Notícias nas redes sociais:
Área de comentários
Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Mais recentes