Grávida de Taubaté: 10 anos da farsa que comoveu o Brasil

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram

Grávida de Taubaté: 10 anos da farsa que comoveu o Brasil


source
10 anos da Grávida de Taubaté
Reprodução
10 anos da Grávida de Taubaté

Um marco da televisão brasileira está completando 10 anos nesta terça-feira (11). Em 2012, o Brasil conheceu a história intrigante de Verônica Aparecida, uma mulher simples que morava em Taubaté, no interior de São Paulo. Verônica chamou atenção da mídia ao aparecer com um barrigão de grávida, mas não qualquer grávidez. A pedagoga “carregava” consigo o que seriam quatro meninas: Maria Klara, Maria Eduarda, Maria Fernanda e Maria Vitória. 

Com a gravidez quádrupla e univitelina, Maria Verônica chamava atenção por onde passava. Com o barrigão, a moradora de Taubaté cativou a população com sua condição impressionante e recebeu o apelido de “Grávida de Taubaté”.

A história ficou conhecida nacionalmente após o programa “Hoje em Dia”, da RecordTV, exibir a condição da mãe das gêmeas. Durante o programa, a trajetória comovente levou o apresentador Edu Guedes às lágrimas.

Entretanto, o que era para ser um momento bonito e próspero se transformou em um caso de investigação e um dos maiores memes nacionais. Ao lado do marido, Kleber, a família recebeu diversas doações para o enxoval das quatro meninas. Além disso, a mídia nacional começou a acompanhar Verônica em seu dia a dia. E foi neste momento que a farsa caiu por terra.

Descoberta

Receosa quanto a história contada, a apresentadora do “Hoje em Dia”, Chris Flores, desconfiou de alguns sinais como a falta de inchaço, o caminhar ‘descomplicado’ e a barriga muito grande e alta, algo incomum durante uma gravidez de quatro bebês.

Desconfiada, Cris contou que pediu para que alguém da produção acompanhasse a pedagoga em Taubaté. Em pouco tempo, foi descoberto que as fotos da ultrassom, que a mãe exibia com orgulho, eram tiradas da internet. Num outro momento, descobriram que os registros eram de outra mulher brasileira e o bebê mostrado no exame era somente um menino.

Além disso, durante a investigação feita pelos jornalistas, foi descoberto que Verônica havia realizado um exame ginecológico dois meses antes da reportagem e nele apontava que a pedagoga não estava grávida, ao menos em estágio avançado.

Depois de ser desmascarada, ela passou a se recusar a atender a equipe de jornalismo do programa, levantando ainda mais suspeitas. No fim, o advogado de Verônica anunciou que a gravidez era falsa.

Após 10 anos do episódio, a grávida de Taubaté se transformou num símbolo nacional. Personagem de fantasia, provérbio e meme foram algumas das consequências. Legalmente, a pedagoga foi denunciada pelo Ministério Público e teve que devolver as doações.

Passado o estrelato, Verônica segue morando em sua cidade no interior e leva uma vida fora dos holofotes. Mas a web não deixou o aniversário do meme passar despercebido. 

A internauta Ana Carolina se fantasiou de Grávida de Taubaté para um trote em sua escola. “Hoje completam dez anos da Grávida de Taubaté e eu queria deixar minha homenagem aos inesquecíveis quadrigêmeos!!!!”, escreveu em seu Twitter.


Leia Também


Já o internauta Lucas Portella fez uma observação notória. Após viralizar a farsa de Veronica, ‘Taubaté’ virou um adjetivo pejorativo para mentira. “Por causa da Grávida de Taubaté a cidade virou um adjetivo para falsidade. “Hétero de Taubaté” “amiga de Taubaté””.












Fonte: IG GENTE

Mais Notícias de Entretenimento

Curta O Rolo Notícias nas redes sociais:
  • Facebbok
  • Twiter
  • Youtube
Compartilhe!
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on twitter
Share on linkedin
Área de comentários

canal no youtube

Mais recentes