Pamella Holanda explica falta de reação das testemunhas durante agressões

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram

Pamella Holanda explica falta de reação das testemunhas durante agressões


source
Pamella Holanda
Reprodução Instagram

Pamella Holanda

Pamella Holanda, ex-mulher do DJ Ivis, concedeu uma entrevista ao “Encontro” nesta terça-feira (13). Durante o papo com Fátima Bernardes, ela falou sobre as agressões que sofria durante o relacionamento com o produtor musical.

Nos vídeos publicados por Pamella no Instagram é possível identificar duas pessoas. Ao falar sobre as testemunhas das agressões, a influencer explicou a falta de reação. “Nessa ocasião que ele me agride com a camiseta, eu estava com covid-19, mesmo assim, os médicos me aconselhavam a amamentar, mas ele não queria que eu amamentasse a menina porque dizia que a criança ia pegar. Essa mulher nas imagens é a minha mãe, eu nunca contei a ela o que eu vivia, quando ela foi saber, soube presenciando. O motivo dela não ter reagido é que ela ficou com medo de ele atentar contra a criança, ele demonstrava ser violento e não aceitava ser contrariado”, relembrou a ex-mulher do produtor.

Questionada sobre o rapaz que também aparece nas imagens, ela demonstra menos conhecimento sobre o mesmo. “Não sei quem é, de fato, ela começou a trabalhar com Ivis por volta de fevereiro deste ano”.

Após rever as imagens de violência, Pamella alegou não se reconhecer. “A sensação que eu tenho é que não sou eu, não consigo assimilar. Quando as câmeras foram colocadas, foi para a gente monitorar a casa. A gente tinha uma bebê recém-nascida e queríamos saber o que acontecia quando a deixávamos com babás, essas coisas. Em nenhum momento pensamos neste objetivo”, disse ela, que não escondeu que tinha medo de denunciar.

“Eu tinha medo pelo fato dele ser conhecido, dele ter influência, a gente vive em um país machista e nós mulheres somos criadas nessa cultura, então pelo fato de a gente quase nunca ter voz, eu pensei: ‘Eu tenho que provar que isso acontece’. Se fosse só a minha palavra contra a dele, eu passaria a vida tentando provar”, dissertou.

“Tenho medo até hoje. [Demorei] porque tinha medo e eu dependia dele financeiramente, eu não tinha nenhum tipo de reserva que eu pudesse sair dali. A minha filha precisava da estrutura”, encerrou.

Fonte: IG GENTE

Mais Notícias de Entretenimento

Curta O Rolo Notícias nas redes sociais:
  • Facebbok
  • Twiter
  • Youtube
Área de comentários
Compartilhe!
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on twitter
Share on linkedin

canal no youtube

Mais recentes