Como emagrecer com saúde: por que comer bem vale mais do que comer pouco?

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Como emagrecer com saúde: por que comer bem vale mais do que comer pouco?

source

A busca por uma alimentação saudável acompanha as mulheres há muitos anos e é um caminho repleto de controvérsias e mitos. Um deles é que comer menos é um dos segredos para ter uma dieta equilibrada. Períodos de jejum e contagem de calorias também são amplamente divulgados como forma de perder peso, mas nem sempre isso é o ideal.


pessoa comendo lanche
Unplash/Aldyth Moyla

A nutricionista recomenda lanches ricos em nutrientes entre as refeições principais

Segundo Valentina Slaviero, nutricionista parceira da Fit Food, contar calorias não é um hábito verdadeiramente funcional e saudável. “Isso pode até gerar alguma obsessão ou transtorno em relação a alimentação. Será que realmente precisamos contar calorias quando nos alimentamos de alimentos do bem, de comida densamente nutritiva?”, reflete Valentina.

Como a especialista não acredita que calorias definem a qualidade de um alimento, uma de suas recomendações para uma dieta saudável é que as pessoas façam diversas refeições ao longo dia, buscando sempre alimentos ricos em nutrientes. “Quando fazemos lanches intermediários, diminuímos as chances de chegar nas refeições principais com muita fome e querendo comer tudo que vemos pela frente”, ressalta a nutricionista.

“Se você vive seu dia à base de bolachas e docinhos com baixa caloria, a cada 2 horas você vai estar com fome, enquanto que se priorizar alimentos densamente nutritivos, como frutas, castanhas, coco e abacate sua saciedade vai durar por até quatro horas”, completa.

Portanto, saber escolher os alimentos certos para montar sua rotina e encaixar lanches entre as refeições principais é mais importante do que fugir de calorias a todo custo.

iogurte com frutas
Unplash/Alexander Mils

Frutas, grãos, biscoitos de arroz são ótimas opções para o seu snack da tarde

Para isso, a nutricionista dá dicas: “O coco por exemplo, não é necessariamente um alimento baixo em calorias mas é super antioxidante, traz saciedade e por isso você acaba comendo menos. Eu indico muito frutas desidratadas, grãos crocantes como feijão, ervilha e grão de bico. Quando bater a vontade de doce pode optar por um chocolate amargo”.

Para aqueles que mantêm uma rotina de exercício e precisam de alimentos que dão energia, Valentina também tem sugestões para snacks: “Bolachinhas de arroz com pasta de amendoim, banana com aveia, bolacha de arroz com patê de atum ou queijo cottage, combinação de frutas com castanhas ou frutas com coco, vitamina de banana e leite de castanhas, mousse de abacate com cacau”.

Fonte: IG Mulher

Mais Notícias em Mulher

Curta O Rolo Notícias nas redes sociais:
Área de comentários
Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Mais recentes