Exofilia: o desejo sexual por extraterrestres e não humanos

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram

Exofilia: o desejo sexual por extraterrestres e não humanos


source
Lily, personagem da série
Reprodução/Instagram

Lily, personagem da série “Sex Education”, tem desejo sexual por extraterrestres

Desde que estreiou a terceira temporada de “Sex Education” , série da Netflix, a personagem Lily, conhecida pela sua fixação em extraterrestres – inclusive e especialmente na hora do  sexo -, sofre questionamentos sobre o quanto o seu desejo é normal e/ou saudável. Apesar dessa dúvida ser algo presente para quem assiste a série desde o seu lançamento, em 2019, somente este ano existe um convite para aprofundar neste tema. O nome exofilia fala justamente sobre as pessoas que tem desejo sexual por formas de vida extraterrestres, sobrenaturais ou não humanas.

“Pessoas com exofilia têm um desejo sexual de estar com formas de vida não humanas e são excitadas por imagens delas”, diz Lucy Beresford, psicoterapeuta, especialista em relacionamento e podcaster, ao Metro UK . Isso também pode se aplicar a entidades, energias ou seres de outro mundo. “Vemos isso como um fetiche principalmente porque esses objetos geralmente não têm conotações sexuais”, explica Lucy.

Embora a causa ou o gatilho para este fetiche seja difícil de identificar, os mitos de outras culturas falam de espíritos ou acoplamentos alienígenas com humanos que nos parecem de natureza sexual, comenta Lucy.

Fetiche ou amor?

No entanto, a especialista em sexo e relacionamento Ruby Payne aponta que muitas pessoas realmente não vêem isso como uma festa. “Algumas pessoas não consideram a exofilia um fetiche, mas sim que alguns indivíduos simplesmente nascem com esse amor pelo outro mundo.” Um exemplo disso são os filmes “Guardiões das Galáxias” e o ganhador do Oscar de 2018, “A forma da Água”.

Esta atração afetiva e sexual também não é um fenômeno recente. “Muitos acreditam que a exofilia costumava ser mais comum do que agora. A mitologia de outras culturas muitas vezes fala de casais entre espíritos, alienígenas e semideuses com humanos que são de natureza sexual”, Ruby continua.

Leia Também

“Algumas pessoas podem ficar excitadas simplesmente com o pensamento de outros seres inteligentes existindo em uma galáxia muito, muito distante. As infinitas possibilidades de espaço, a ausência de gravidade da gravidade e o frio atraente – não é difícil entender a curiosidade.”

Muito além dos extraterrestres

Ruby acrescenta que os exófilos podem ser atraídos por qualquer coisa que não seja humana – podem ser alienígenas, robôs, o sobrenatural (como demônios, anjos ou monstros), ou mesmo espíritos e deuses. Mas tudo isso é variável já que, como ela diz, fetiches são como flocos de neve:  cada um é diferente.

A especialista em sexo explica que enquanto algumas pessoas podem ser atraídas pelos aspectos físicos de alienígenas ou pelo sobrenatural, outras estão mais interessadas no que podem fazer a você – seja a” sondagem “estereotipada ou o contato sexual telepático. “Alguns podem não querer fazer sexo com alienígenas, mas sim ser levados embora para explorar a galáxia – para o último é mais sobre a conexão emocional.”


Fonte: IG Mulher

Mais Notícias em Mulher

Curta O Rolo Notícias nas redes sociais:
  • Facebbok
  • Twiter
  • Youtube
Área de comentários
Compartilhe!
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on twitter
Share on linkedin

canal no youtube

Mais recentes