Marcela McGowan revela abusos e como isso afetou suas relações

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Marcela McGowan revela abusos e como isso afetou suas relações

source

Em uma live no Instagram, a ex-bbb Marcela McGowan falou sobre os abusos sexuais que sofreu na infância e na vida adulta e quais foram as consequências nos relacionamentos que teve. A médica também comentou como enfrentou os traumas e superou os efeitos da violência. 

Marcela McGowan
Reprodução/Instagram

A ex-bbb Marcela McGowan falou sobre as consequências dos abusos em live no Instagram

“Nunca foi com nenhum parceiro sério, alguém que me relacionei… Na infância, foi óbvio para mim que era errado. Já adulta, demorei muito tempo para entender. Eu fiquei muito na dúvida, pensando: ‘Até que ponto eu consenti?’, ‘e se eu não tivesse ido até tal lugar?’. Eu demorei muito para registrar que foi um abuso”, falou. 

Marcela diz que a sua vida sexual e afetiva sofreu consequências desse abuso. “Para me proteger de memórias ruins, eu me desconectava durante o sexo, criava uma personagem”, fala. “Era um sexo que era performático, sem entrega. Eu não colocava minha energia ou estava presente, porque estar presente para mim durante o sexo era extremamente doloroso, e eu nem percebia”, continua. 

A médica ainda fala que, quando adulta, percebeu que evitava olhar nos olhos dos homens. “Eu tinha muito medo. Mesmo estando em uma fase mais empoderada, eu tinha essa vulnerabilidade ao olhar no olho de um homem”, explica. 

Processo de cura

Marcela também comentou que os traumas foram superados com ajuda psicológica. “Eu me sarei e vivo minha sexualidade de maneira muito presente, e não mais ‘fora’ daquele jeito. Eu me transformei, e por isso penso que outras mulheres também tenham que ser transformadas”.

Ela ainda falou sobre a experiência sexual após esse processo de cura: “No dia que eu vivi um sexo do qual saí plena, pensei ‘é direito das mulheres viverem isso!’. Isso é muito precioso, e a gente fica muito mais forte”.

“Não é tão simples tratar, tem que olhar para muita coisa. A gente precisa entender os papéis de gênero, não se culpar,  olhar para a autoestima e para o valor do mundo. Aprender a lidar com isso”, finalizou.

Fonte: IG Mulher

Mais Notícias em Mulher

Curta O Rolo Notícias nas redes sociais:
Área de comentários
Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Mais recentes