Treinos rápidos ajudam a não procrastinar atividade física regular

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram

Treinos rápidos ajudam a não procrastinar atividade física regular


source
Adelisa Gil emagreceu cerca de 20kg praticando exercícios
Arquivo pessoal

Adelisa Gil emagreceu cerca de 20kg praticando exercícios

As consequências da pandemia de Covid-19 mudaram a forma como as pessoas passaram a encarar a rotina, levando para dentro das casas quase todos os compromissos que antes eram essencialmente presenciais. Os novos costumes trouxeram flexibilidade, inclusive na hora de investir em exercícios físicos, mas o fator “tempo” ainda é determinante na hora de encaixar atividade física regular na rotina.

Uma pesquisa nacional da Queima Diária, plataforma de treinos online, encomendada para a consultoria Bistrô, em parceria com o instituto Hibou, mostra que 67% dos entrevistados afirmaram preferir treinos que consumam poucos minutos e que sejam feitos a qualquer hora.

Apesar da preferência por treinos que consumam poucos minutos por dia, 81% dos entrevistados ainda priorizam outras tarefas do cotidiano, deixando a prática regular de atividade física em segundo plano.

“Ou seja, a desculpa da falta de tempo ainda é um obstáculo e a pandemia ajudou a reforçar esse argumento, mesmo as pessoas estando mais tempo em casa, mas sempre é possível reverter esse cenário. Comece com poucos minutos diariamente, colocando as atividades em brechas do dia, como parte da hora do almoço ou em algum intervalo possível no meio da tarde, por exemplo”, recomenda Flávio Areal, gerente de produtos da plataforma e mestre em atividade física, desempenho humano e educação física pela UERJ.

Adelisa Gil emagreceu cerca de 20kg praticando exercícios
Arquivo pessoal

Adelisa Gil emagreceu cerca de 20kg praticando exercícios

As limitações de espaço em casa também podem ser um desafio adicional na retomada ou início da prática regular de atividade física, porém, a pesquisa mostrou que 45% dos entrevistados conseguiram adaptar espaços em casa para praticar atividade física, seja afastando alguns móveis quando necessário ou dedicando espaços exclusivos para usar como local de treino.

Ainda segundo o levantamento que ouviu 2,3 mil pessoas em todo o país, 35% das pessoas que já praticam algum tipo de atividade física gostariam de ter mais tempo para intensificar os treinos. “Sem dúvida, a pandemia trouxe para o seu devido lugar a importância da atenção à saúde física e mental, porém, ainda é um caminho longo de conscientização sobre os benefícios de adotar um estilo de vida mais saudável, especialmente diante de taxas de sedentarismo no país que ainda chamam atenção”, comenta Areal.

Leia Também

Mesmo com a rotina dividida entre os cuidados dos filhos de 12 e 4 anos, além da produção artesanal de iogurtes e outros laticínios, que ajuda a complementar a renda mensal familiar, Adelisa Gil, 41 anos, não encarou a prática de atividade física como um obstáculo intransponível.

“Logo após a segunda gravidez percebi que precisava cuidar de mim, estava muito sedentária e não me reconhecia no espelho, e toda essa inquietação me levou a colocar atividade física no meu dia, na hora que podia. Não me cobrava muito por resultados imediatos, pois sabia que mais para frente os resultados desejados viriam”, conta Adelisa que já soma quatro anos de prática regular de atividade física e menos 20kg. “Os resultados no espelho, sem dúvida, motivam, mas acho que o ganho de qualidade de vida como todo é o benefício maior. Minha autoestima melhorou, assim como minha disposição para trabalhar e acompanhar a rotina dos filhos”, comemora.

Leia Também

Respeitar os limites do corpo encoraja saltos maiores

Adelisa Gil emagreceu cerca de 20kg praticando exercícios
Arquivo pessoal

Adelisa Gil emagreceu cerca de 20kg praticando exercícios

Nosso corpo é capaz de se adaptar a variados níveis de carga e complexidade de atividade física, porém, para isso, é necessário seguir uma jornada de adaptação lenta e gradual. “Correr atrás do ‘tempo perdido’, ativando o corpo intensamente sem o devido preparo e intensidade corretos para conseguir algum resultado imediato ou de curto prazo, por exemplo, podem incorrer em lesões e interrupções da rotina de treinos, gerando frustrações e desengajamento. Respeitar os limites do corpo é uma questão de autoconhecimento”, alerta Flávio.

Outro ponto é a organização da rotina. Planejar as atividades diárias, incluindo os treinos, é fundamental para organizar qualquer rotina, mas não precisa ser algo rígido, com regras que, no longo prazo, vão desmotivando o objetivo de treinar regularmente. “Também é importante estabelecer limites factíveis de acordo com o seu objetivo”, explica Areal.

Fonte: IG Mulher

Mais Notícias em Mulher

Curta O Rolo Notícias nas redes sociais:
  • Facebbok
  • Twiter
  • Youtube
Área de comentários
Compartilhe!
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on twitter
Share on linkedin

canal no youtube

Mais recentes