Tudo que você precisa saber para começar a transição capilar em 2022

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram

Tudo que você precisa saber para começar a transição capilar em 2022


source
Veja dicas para fazer a sua transição capilar
Reprodução

Veja dicas para fazer a sua transição capilar











Leia Também

Leia Também

A transição capilar não é um processo fácil e é comum que dúvidas surjam antes ou até mesmo durante o processo. Mas para quem já está cansada dos processos de alisamento, como relaxamentos e escovas progressivas, passar pela transição capilar pode ser um processo libertador, que muitas vezes inclui o fortalecimento da autoestima e reconhecer a própria negritude. 

Para quem quer começar o ano colocando em prática aquela velha ideia de deixar os cachinhos crescerem naturalmente, a trancista especializada em cabelos cacheados e crespos Karla Anacleto explica que vale a pena qualquer transformação que faça você se sentir bem. Tendo isso em mente, a profissional compartilhou algumas orientações e sana dúvidas sobre a recuperação de madeixas com química. Veja a seguir e comece o ano em busca da juba de rainha que você sempre sonhou.

Como dar o primeiro passo?

Karla, que atende pelo app GetNinjas, diz que o ideal é pensar em todo processo com leveza, buscando informações e tendo muita paciência. “O mundo dos cabelos cacheados e crespos é cheio de termos e técnicas, e ao tomar a decisão sobre a transição capilar, o ideal é sempre contar com um profissional que entenda sua necessidade e acompanhe a transformação de perto, pois o sucesso dessa mudança vai depender de muitos fatores externos, até mesmo do ambiente”, diz.

Foco no cronograma capilar

A especialista explica que o cronograma é um dos processos mais importantes na transição. “Deve-se criar uma rotina de cuidados que tenha como objetivo repor nutrientes perdidos pelos cabelos e deixá-los mais fortes. Esse processo é composto por três etapas: hidratação, nutrição e reconstrução, que atuam diretamente na reposição de água, lipídios e massa capilar”.

O que fazer quando o cabelo está com duas texturas?

Em um determinado momento, o cabelo terá duas personalidades, sendo uma química e outra natural. De acordo com a especialista, não há um produto que torne tudo uniforme de primeira, mas orienta que: “O uso de cremes finalizadores para cachos ou cremes de pentear sem enxágue pode amenizar as duas texturas, isso fará com que o fio se acostume com a nova forma”, aponta.

Conheça seu tipo de cacho

A tabela classifica os cabelos a partir da curvatura dos cachos, dos mais abertos até os mais fechados, Karla explica que, na lista existem os tipos 2ABC (ondulados), 3ABC (cacheados), 4ABC (crespos) e 5 (crespos).

Big chop

É o grande corte da transição capilar, o momento em que você retira toda a parte alisada, ou com química, deixando os cachinhos livres. Você pode optar por cortar curtinho ou ir deixando crescer até o tamanho que se sentir segura para passar a tesoura no que sobrou de química. A escolha é sua.

Veja a seguir algumas dicas práticas para tornar sua transição capilar mais fácil:

  • Sempre que possível faça uma boa hidratação, use bons produtos e atente-se se eles são indicados para o seu tipo de cacho;
  • Tenha alguns tipos de óleos para ajudar na umectação;
  • Não escove os cabelos constantemente;
  • Não use nenhum tipo de química agressiva ou alisante, atente-se aos rótulos;
  • Pode abusar de hidratações, tratamentos e cremes pelo menos uma vez na semana;
  • Não deixe o cabelo molhado e preso;
  • Não dê ouvidos a opinião alheia, confie no seu cabeleireiro;
  • Pode testar vários cremes para saber qual adapta melhor aos seus fios;
  • Incentive as amigas que tenham o desejo de fazer o mesmo;
  • Pode ser difícil passar pela fase em que o cabelo está com duas texturas, mas depois o fio ficará mais forte e saudável;
  • Não tenha medo do big chop, você é perfeita de qualquer forma;
  • Cabelo saudável proporciona um cacho mais definido e fácil de lidar, vale a pena todo esforço;
  • Transição mexe com comportamento e com a rotina também, esteja disposta.

Por fim, o conselho é estar segura para passar por toda mudança. O primeiro ano não é fácil. A gente demora um pouco para aceitar que o cabelo tem volume e como lidar com ele. Mas o resultado vale muito a pena!

Fonte: IG Mulher

Mais Notícias em Mulher

Curta O Rolo Notícias nas redes sociais:
  • Facebbok
  • Twiter
  • Youtube
Área de comentários
Compartilhe!
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on twitter
Share on linkedin

canal no youtube

Mais recentes