Cães expostos à ‘sujeira’ têm menos chances de desenvolver doenças

Compartilhe

Cães expostos à ‘sujeira’ têm menos chances de desenvolver doenças


source
Deixar que o cão tenha mais contato com a natureza é benéfico para a saúde do pet
Rudy and Peter Skitterians/Pixabay)

Deixar que o cão tenha mais contato com a natureza é benéfico para a saúde do pet

A “vitamina S”, como é popularmente conhecida a “sujeira”, é importante para a criação da imunidade em bebês e crianças que estão expostos a um ambiente natural. O mesmo vale também para os cachorros.

Para a ciência, esse contato dos pets pode trazer vários benefícios, sendo que a “vitamina S” não se trata exatamente de sujeira, mas do contato com tudo o que é da natureza: pó, terra, mato e chuva.

A geneticista e comportamentalista animal Camilli Chamone explica que, para os cães, mais especificamente, pode-se incluir o ato de farejar prolongadamente as árvores, brincar em poças de lama e beber água da torneira, comportamentos que fazem parte do repertório natural desses animais.

É comum que os tutores tenham receio de expor os pets e eles fiquem doentes. Porém, Chamone garante que o que mantém o bom funcionamento do sistema imunológico são esses desafios ambientais.

A literatura científica respalda a informação

Uma pesquisa publicada na revista científica Applied Biological Sciences, por pesquisadores de Helsinki, na Finlândia, apontou que o pouco contato dos cachorros com essa “vitamina S” – proveniente de um estilo de vida urbanizado e exposição ambiental restrita – é um fator de risco para o desenvolvimento de alergias.

Chamone diz que a presença de microrganismos diversos na pele e nas mucosas estimula a produção de substâncias chamadas citocinas anti-inflamatórias.

“Essas citocinas são a chave para o bom funcionamento do sistema imunológico. Cães pouco expostos à ‘vitamina S’ ou submetidos a níveis rigorosos de higiene e limpeza produzem menos delas, tendo sua imunidade comprometida e ficando mais propensos a alergias e outros problemas de saúde”, analisa.

Já o indivíduo com as mucosas do corpo saudáveis e um sistema imunológico equilibrado dificilmente terá problemas ao entrar em contato com micróbios e agressores ambientais.

Como o cão consegue produzir citocinas?

Brincar com o cachorro em ambientes naturais é benéfico para o animal
Blue Bird/pexels

Brincar com o cachorro em ambientes naturais é benéfico para o animal

Chamone exemplifica que com simples atitudes no dia a dia o pet já consegue produzir a substância e ter todos os benefícios.

São atitudes como:

  • Contato com a natureza, em ambientes naturais;
  • Dieta biologicamente apropriada, com alimentos in natura;
  • Com passeios diários e de qualidade, que o incentive a farejar.

Com esses estímulos, os microrganismos colonizam, de forma saudável, as mucosas do pet, aumentando também a imunidade do animal.

Banhos excessivos são um problema

Nesta direção, dar banhos frequentes no cachorro, principalmente com sabonetes ou shampoos contendo inúmeros produtos químicos, pode prejudicar a proteção natural da pele – além de, para muitos, ser fator de estresse, por ações como ir ao pet shop, interagir com desconhecidos ou barulhos como o do secador.

“Banhos em excesso alteram a qualidade dos microrganismos naturais da pele, podendo dar lugar a outros, patogênicos – esses sim, maléficos ao organismo”, explica a geneticista.

Além disso, os banhos removem a camada de gordura que protege a pele dos cães, o que pode trazer mau cheiro ao animal. “Essa camada de gordura é o que dá um cheiro semelhante a sebo. Quando é removida, o corpo entende que precisa produzir mais. Por isso, quanto mais banho o cachorro toma, mais o corpo dele produz essa gordura, e mais forte fica o cheiro”, analisa.

Cuidados com produtos de higiene e limpeza

É importante que os tutores tenham cuidado com o excesso de exposição a agentes químicos, como produtos de higiene, toalhas com antissépticos, amaciante em camas ou lenços umedecidos.

“Na tentativa do tutor de manter tudo muito limpo, o cão começa a ser submetido ao contato com produtos químicos demais e natureza de menos, e isso é um sinal de alerta para a saúde do pet”, completa a especialista, acrescentando que proporcionar ao animal mais contato com a natureza é respeitar a espécie e aumenta a qualidade de vida, aumentando imunidade e reduzindo doenças e estresse.

Para garantir que o seu pet terá toda a ajuda sempre que precisar, iG Pet Saúde está com novos planos. Cães e gatos podem contar com consultas de rotina e de emergência, cirurgias, vacinas e muito mais.  Conheça todas a vantagens de se ter um plano de saúde pensado especialmente para você e para o seu pet!

Acompanhe o Canal do Pet  e os maiores destaques do  Portal iG no Telegram!

Fonte: IG PET

Mais Notícias sobre Pet

Curta O Rolo Notícias nas redes sociais:
Compartilhe!
Área de comentários

canal no youtube

Mais recentes