Pet dos famosos: Sadie, a cadela que Oprah Winfrey adotou após ensaio de fotos

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram

Pet dos famosos: Sadie, a cadela que Oprah Winfrey adotou após ensaio de fotos


source
Oprah e Sadie
Reprodução

Oprah e Sadie

A jornalista e apresentadora Oprah Winfrey, 67, uma das mais influentes personalidades dos Estados Unidos – que recentemente  entrevistou o príncipe Harry de Gales, neto da Rainha da Inglaterra, e sua mulher, Meghan, duquesa de Sussex – é apaixonada por animais. Em junho do ano passado, ela apareceu na capa de sua própria revista, “O”, cercada de cães. A ocasião foi o momento em que ela conheceu Sadie e foi o suficiente para se apaixonar e querer adotá-la. “Senti uma conexão com a Sadie assim que a vi”, comentou a apresentadora sobre a cadela cocker spaniel. “Ela lambeu minha orelha e sussurrou: ‘Por favor, me leve com você’”, disse a apresentadora em tom de brincadeira. Oprah conta que, de todos os filhotes presentes na foto, Sadie foi a única com a qual criou uma conexão instantânea e já quis adotá-la, só não levou na hora porque foi aconselhada a pensar melhor e não agir por impulso.

“Apenas para ter certeza de que não estava envolvida em um momento de amor apaixonado por filhotes, a editora geral Gayle King disse: ‘Por que você não espera e vê como se sente amanhã?’. Então esperei 24 horas. No dia seguinte, Chicago teve uma nevasca branca. Não era um bom dia para trazer um cachorrinho para casa. Mesmo assim, Stedman [Graham – marido da apresentadora] e eu vestimos nossas roupas de inverno e usamos nosso veículo com tração nas quatro rodas para atravessar a cidade, só para dar outra olhada [em Sadie]”. No abrigo de animais, Oprah disse que muita gente e a aconselhou a levar dois cães, mas ela só tinha olhos para Sadie, a menor da ninhada. Ao descobrir que ela tinha um irmãozinho e por não querer separá-los, acabou dando atenção também ao filhotinho Ivan. Uma hora depois, o casal já estava comprando coleira, comida para cachorro e brinquedos, com Sadie adotada. Durante cinco dias, a cadelinha não dormia bem, gemia e chorava muito durante a noite, além de, às vezes, gritar muito. O jeito mais confortável para Sadie dormir era quando dividia o travesseiro com a nova tutora. “Sei que não é a melhor maneira de treinar um cachorro, mas fiz. E ainda estou fazendo isso. Sadie agora pensa que sou sua companheira de ninhada. Quando acordo de manhã, ela se aninha entre meu pescoço e ombro. Essa é sua posição mais confortável para dormir”, conta Oprah.

Capa da revista O em que Oprah aparece com Sadie no ombro
Reprodução

Capa da revista O em que Oprah aparece com Sadie no ombro

Cinco dias depois de levá-la para casa, Oprah se convenceu de voltar no abrigo e adotar o irmãozinho de Sadie, Ivan, de 11 semanas e mesma raça. “Por 24 horas, dois era realmente melhor do que um. Ivan era o companheiro de brincadeiras de Sadie e eu não precisava ser, o que me deu um pouco de alívio com jogos de pegar a bola e coelhinhos de borracha espremidos”, comentou. Nesse primeiro dia, Ivan brincou muito com Sadie, mas a alegria não durou muito. Após comer, à noite, ele passou mal. Ao ser atendido por um veterinário, descobriu-se que Ivan estava infectado pelo mortal parvovírus. “Seu jovem sistema imunológico não era forte o suficiente para superá-lo. Quatro dias depois de levarmos Ivan para o pronto-socorro, ele morreu. Naquela manhã, Sadie se recusou a comer. Mesmo que ela tivesse testado negativo antes, eu sabia que ela tinha parvo também”, comentou. Com a intuição correta, Oprah viveu uma verdadeira saga ao lado de Sadie para tentar salvá-la: transfusões de plasma, antibióticos, probióticos e visitas diárias do veterinário. “Desejo a todos os cidadãos deste país o tipo de cuidados de saúde e tratamento que Sadie recebeu. Nos primeiros quatro dias, ela piorou cada vez mais. A certa altura, disse ao médico: ‘Estou preparado para deixá-la ir. Ela não deveria ter que lutar tanto’, comentou. “Mas ela lutou. No dia seguinte, sua contagem de glóbulos brancos começou a melhorar, embora ela ainda estivesse fraca e letárgica e não conseguisse manter a comida baixa. Dois dias depois, ela estava comendo pedaços de frango, feliz”, completou Oprah, celebrando o desfecho.

Apesar de magra e frágil, Sadie voltou para casa pronta para começar uma nova vida. Ela se recuperou totalmente. “E está mastigando tudo, incluindo o cobertor aos meus pés agora”, riu Oprah. “Durante o tempo que ela e Ivan passaram no hospital, eu estava preocupada e inquieta. Dormi pouco – do mesmo jeito que teria sido com qualquer membro da minha família. Que é o que eu sei com certeza que os animais de estimação representam em nossas vidas: uma conexão incondicional com o cuidado. E recíproco”, finalizou a jornalista. Além de Sadie, Oprah também tem os golden retrievers Luke e Layla e os springer spaniels Sunny e Lauren. Juntos, eles deverão herdar um dia US$ 30 milhões.


Fonte: IG PET

Mais Notícias sobre Pet

Curta O Rolo Notícias nas redes sociais:
  • Facebbok
  • Twiter
  • Youtube
Área de comentários
Compartilhe!
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on twitter
Share on linkedin

canal no youtube

Mais recentes