Região de Piracicaba reduz estupros, homicídios e roubos de carga em março

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Região de Piracicaba reduz homicídios e roubos de carga em março

Região de Piracicaba reduz estupros, homicídios e roubos de carga em março

A região de Piracicaba terminou o mês de março com redução nos casos e vítimas de homicídios dolosos, roubos de carga e estupros. Os indicadores de latrocínios e roubos a banco permaneceram estáveis.

Os casos e vítimas de homicídios dolosos em Piracicaba, tiveram recuo de dois casos, respectivamente, passando de 22 para 20.

Com as reduções, as taxas dos últimos 12 meses (de abril de 2021 a março de 2022) ficaram em 6,99 casos e 7,33 vítimas de homicídios dolosos para cada grupo de 100 mil habitantes.

Os roubos de carga tiveram redução de dez casos. Foram registradas 25 ocorrências em março do ano passado, contra 15 no mês passado.

A região de Piracicaba não contabilizou nenhum caso de roubo a banco em março, assim como em igual mês do ano passado.

Os casos e vítimas de latrocínio permaneceram estáveis, com um registro cada.

Os estupros caíram 7,1% em março, com cinco casos a menos que em igual mês do ano passado, quando houve 70 ocorrências.

Furtos e roubos em geral e de veículo

Os furtos em geral e de veículo tiveram alta de 30,9% e 49,1%, respectivamente.

Os roubos em geral passaram de 403 para 555. Os roubos de veículo registraram elevação, de 143 para 222.

Produtividade

O trabalho das polícias paulistas, em março, na região de Piracicaba, resultou em 1.270 prisões e na apreensão de 75 armas de fogo ilegais. Também foram registrados 402 flagrantes por tráfico de entorpecentes.

Mais Notícias de Piracicaba e Região

Curta O Rolo Notícias nas redes sociais:

Área de comentários
Compartilhe!
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on twitter
Share on linkedin

canal no youtube

Mais recentes