Deic apreende mais de 711 mil produtos piratas ao longo do 1º semestre de 2020

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Deic apreende mais de 711 mil produtos piratas ao longo do 1º semestre de 2020


.

cats.jpgAo longo do 1º semestre de 2020, o Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) contabilizou apreensões de mais de 711 mil itens falsificados, com uma média mensal de pouco mais de 118 mil produtos apreendidos. As operações foram desenvolvidas pela 1ª Delegacia de Polícia de Investigações sobre Propriedade Imaterial. Essas ações causaram prejuízos de aproximadamente R$ 22 milhões para quem opera nesse ramo de atividade.

Os índices de apreensões são resultados de um trabalho de inteligência policial, investigações e colaborações de órgãos públicos e da iniciativa privada. As operações intercalaram ações em centros de comércio popular, depósitos clandestinos e locais de produção das falsificações. “Cada local permite recolher, não só os produtos piratas, mas subsídios para chegar até a procedência da mercadoria”, disse o delegado Wagner Carrasco, titular da 1ª DIG.

A obtenção desses materiais permitiu à equipe realizar as operações e obter mandados de busca e apreensão. As ações resultaram na abertura de 222 Inquéritos policiais. As tendências da pirataria, neste 1º semestre, foram as falsificações de roupas esportivas e casuais e calçados das mais famosas grifes internacionais. A partir de março, teve o progressivo aumento de apreensões de máscaras de uso individual em consequência da Covid 19. “Nesse item, falsificar máscaras, é importante o combate a pirataria, porque esse artigo põe em risco a saúde de consumidor”, alertou o delegado Carrasco.

As diligências e apreensões ocorreram na Capital e na cidade de Araras. Durante os seis meses das operações foram apreendidos máscaras, roupas, tênis, bonés, perfumes, cigarros eletrônicos, produtos farmacêuticos, entre outros

Mais Notícias de Polícia

Curta O Rolo Notícias nas redes sociais:
Área de comentários
Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Mais recentes