Dope prende homem que extorquia dinheiro de famílias de desaparecidos e simulava sequestros

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Dope prende homem que extorquia dinheiro de famílias de desaparecidos e simulava sequestros


Brasão Nacional PCSP Moldura.pngPoliciais civis do Departamento de Operações Policiais Estratégicas (DOPE) prenderam um homem, nesta terça-feira (12), na rua Salgado Filho, em Guarulhos, Região Metropolitana de São Paulo. O investigado se aproveitava do desespero de famílias para simular sequestro e extorquir dinheiro dos parentes dos desaparecidos.

Os investigadores da 1ª Delegacia Antissequestro chegaram até o suspeito ao investigarem o sequestro de um operário. Dia 23 de dezembro de 2020, a mulher do desaparecido começou a receber mensagens pelo whatsapp de um suposto sequestrador, que exigia certa quantia para liberar a vítima.

Equipes da especializada verificaram que a vítima não estava em cativeiro. Na verdade, ele saiu de casa para trabalhar e, aparentemente, sofreu um acidente ao cair de uma pedreira. O corpo foi encontrado no dia seguinte (24/12).

Assim, não se tratava de sequestro e sim de um golpe contra a família do desaparecido, com pedido de resgate, configurando-se o crime de extorsão.

Identificado e preso temporariamente, o indiciado confessou que extorquia dinheiro das famílias, simulando tais sequestros. Ele fazia pesquisas nas redes sociais, como Facebook, por palavras-chave, como desaparecimento.

O indiciado não atacava somente em São Paulo. Os policiais têm notícia de que ele extorquiu dinheiro de um casal de Pernambuco, cujo filho estava desaparecido e voltou para casa posteriormente.

Os agentes identificaram outros casos semelhantes em São Paulo, mas o preso disse que havia entrado em contato com mais de 40 famílias de desaparecidos.

O suspeito já era foragido da Justiça de Alagoas, onde tinha prisão preventiva decretada por tráfico de drogas e organização criminosa.

Até 30 de novembro/20, foram registradas 17.179 ocorrências de pessoas desaparecidas no estado de São Paulo, sendo 154 sobre crianças, de 0 a 11 anos, de ambos os sexos, e 11.161 registros referentes a pessoas localizadas/encontradas.  No ano de 2019, ocorreram 25.009 casos, 179 envolvendo crianças e 18.340 sobre localização/encontro.

Mais Notícias de Polícia

Curta O Rolo Notícias nas redes sociais:
Área de comentários
Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Mais recentes