Search
Close this search box.

Polícia Civil identifica três autores de ‘sequestro relâmpago’

Compartilhe

Polícia Civil identifica três autores de ‘sequestro relâmpago’


Sem título.pngPoliciais civis da 3ª Delegacia de Polícia de Repressão a Extorsões com Restrição de Liberdade da Vítima (3ªDAS/Dope) identificaram três pessoas, autoras do crime de extorsão com restrição de liberdade (sequestro relâmpago), na Brasilândia, na zona norte de São Paulo. Duas vítimas foram resgatadas.

As investigações tiveram início, após os agentes tomarem conhecimento do crime precitado em andamento, por meio da ex-companheira da vítima, que estava de viagem para o estado de São Paulo, proveniente do estado do Rio de Janeiro, a qual havia recebido ligação e mensagens da vítima, via aplicativo. Ela relatava estar numa situação muito difícil e que não poderia explicar, porém precisava de muito dinheiro.
 
Acrescentou que, foram enviadas outras mensagens para pessoas existentes no contato telefônico da vítima exigindo transferências bancárias por meio de PIX. A ex-companheira suspeitando tratar-se de “sequestro relâmpago”, procurou a gerente da instituição bancária da qual o sequestrado é correntista, e descobriu que havia sido realizada diversas transferências bancárias. 

No transcorrer dos trabalhos investigativos, os policiais receberam informações de moradores do possível local do cativeiro. Ao verificarem o local suspeito, os policias civis se depararam com duas vítimas, e não uma. Ambas eram reféns dos sequestradores no mesmo recinto. Ao notarem a presença policial, os criminosos empreenderam fuga.

As vítimas foram conduzidas para unidade policial especializada a fim de obter maiores informações e detalhes da ação criminosa, sendo que tais informações ajudaram no avanço das investigações. Foram-lhe exibidas algumas fotografias contidas no acervo policial de indivíduos investigados pela prática de crimes idênticos, onde após visualizarem atentamente, as duas vítimas reconheceram com absoluta certeza três autores do crime praticado.

As investigações prosseguem.

Mais Notícias de Polícia

Curta O Rolo Notícias nas redes sociais:
Compartilhe!

PUBLICIDADE

canal no youtube