Search
Close this search box.

Polícia Federal e Marinha do Brasil aprendem skunk e droga sintética

Compartilhe

Polícia Federal e Marinha do Brasil aprendem skunk e droga sintética


Belém/PA. Nesta sexta-feira, 3/06, integrantes da PF e da Marinha abordaram uma embarcação durante trabalho de rotina no âmbito da Operação Ágata. A abordagem ocorreu no Estreito de Breves, na Ilha de Marajó. O estreito serve de ligação entre o Pará e os estados vizinhos do Amapá e Amazonas.

Dentro do barco, os agentes de segurança localizaram precisos 25.85 kg de skunk, além de 600 gramas de droga sintética. Essa carga partiu do Suriname e tinha como destino a cidade paraense de Abaetetuba. Dentro da embarcação, havia 12 pessoas de nacionalidade cubana: 6 homens, 5 mulheres e 1 menor de idade.

De acordo com informações iniciais, tais pessoas fugiram de seu país e tinham a intenção de permanecer em território nacional. Todavia, não fizeram formalmente nenhum pedido nesse sentido. Dos 12 indivíduos a bordo, três eram tripulantes. Ainda há informe de que o barco é registrado no Abaetetuba.

Todos eles serão conduzidos Superintendência Regional da Polícia Federal no Estado do Pará para adoção das medidas de praxe em casos assim. Serão individualizadas as condutas, e cada um dos estrangeiros responderá na medida de suas responsabilidades.

Coordenação Geral de Comunicação Social da Polícia Federal
(61) 2024-8142
[email protected]

Mais Notícias de Polícia

Curta O Rolo Notícias nas redes sociais:
Compartilhe!

PUBLICIDADE

canal no youtube