Polícia Federal vence disputa e assume a Vice-Presidência da INTERPOL

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram

Polícia Federal vence disputa e assume a Vice-Presidência da INTERPOL


Istanbul/Turquia – A Delegação Brasileira à 89ª Assembleia Geral da INTERPOL sagrou-se vitoriosa nas eleições ao cargo de Vice-Presidente das Américas para o Comitê Executivo da Organização Internacional de Polícia Criminal – INTERPOL.

172 delegações foram credenciadas dentre os 195 países membros da Organização, além de diversos organismos internacionais. Foi a maior Assembleia Geral da história, em termos de número de países credenciados para participar.

Nesta quinta-feira (25/11), os países membros se reuniram para eleger seus representantes executivos para os próximos três anos. Com 55,8% dos votos, o Delegado de Polícia Federal Valdecy Urquiza foi eleito para a posição de Vice-Presidente, derrotando o candidato colombiano, General Jorge Luis Vargas Valencia, Diretor-Geral da Polícia Nacional da Colômbia.

Foi a primeira vez que o Brasil conquistou o cargo de Vice-Presidente para as Américas, refletindo também o importante papel da diplomacia brasileira na construção dos apoios internacionais. Em seu discurso, o candidato brasileiro destacou a importância de uma INTERPOL mais democrática, transparente e eficiente.

A Delegação Brasileira, liderada pelo Diretor-Geral da Polícia Federal, Paulo Maiurino, e integrada por policiais federais e diplomatas brasileiros, atuou em sucessivos encontros bilaterais em busca da construção de alianças em torno da candidatura brasileira. Para Paulo Maiurino, “a Polícia Federal estará bem posicionada, participando e influenciando em discussões estratégicas e relevantes à segurança global e ao efetivo combate aos crimes transnacionais.

O resultado vitorioso nas eleições foi fruto de um trabalho iniciado meses atrás, que envolveu um amplo esforço de articulação internacional. “A atuação do Ministério de Relações Exteriores nesse processo foi vital. Os diplomatas brasileiros atuaram de forma profissional e eficiente, conseguindo transmitir ao mundo a visão da Polícia Federal sobre o futuro da INTERPOL e angariando apoios estratégicos em torno da candidatura brasileira”, acrescentou Paulo Maiurino.

Coordenação-Geral de Comunicação Social

(61) 2024-8142

Mais Notícias de Polícia

Curta O Rolo Notícias nas redes sociais:
Área de comentários
Compartilhe!
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on twitter
Share on linkedin

canal no youtube

Mais recentes