Cemig abre comportas do reservatório da Usina de Três Marias

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram

Cemig abre comportas do reservatório da Usina de Três Marias


A Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) abriu, hoje (14), as comportas do reservatório da Usina Hidrelétrica de Três Marias, na região central do estado.ebcebc

Em nota, a empresa informou que a liberação da água do reservatório será ampliada gradualmente, um pouco a cada dia, até a próxima segunda-feira (17), quando a vazão total atingirá 2.850 metros cúbicos por segundo (m³/segundo) de defluência – 2 mil m³/s d´água que passarão pelas comportas, mais os 850 m³/s que passam, hoje, pelas máquinas de geração de energia.

Costumeiro, o vertimento é uma precaução adotada de tempos em tempos para evitar que o volume de água acumulado chegue perto à capacidade limite de armazenamento do reservatório, o que poderia ocasionar transtornos para as pessoas que moram às margens do Rio São Francisco e de seus afluentes.

De acordo com a Cemig, os patamares diários de vazão foram ajustados com a Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA) e com o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) e não agravará a condição de rios da Bacia do Rio São Francisco cujos níveis continuam sendo monitorados em função das fortes chuvas do último mês.

“Considerando que o evento ocasionado pela formação de uma Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS) neste início de janeiro já se encontra em processo de enfraquecimento, espera-se que as vazões nos afluentes do Rio São Francisco comecem a reduzir já a partir desta quinta-feira”, informou a companhia, em nota.

“Considerando a tendência de redução das vazões no Rio São Francisco no trecho entre a foz do Rio Abaeté e a cidade de Pirapora, será possível iniciar a abertura de comportas a partir desta sexta-feira, sem o agravamento da condição de cheia já vivenciada neste trecho”, acrescentou a Cemig, indicando que o volume de água que chega à Usina de Três Marias deve atingir, este mês, a maior marca da história do empreendimento já registrada durante um mês de janeiro.

Bandeira Vermelha

Em função das chuvas, o governador Romeu Zema, enviou ao Ministério de Minas e Energia, nesta quinta-feira (13), um ofício pedindo a suspensão da cobrança da “Bandeira Vermelha de Escassez Hídrica” na conta de luz da população mineira.

“Quando a economia mineira ainda tentava se recuperar dos nefastos efeitos da pandemia de covid-19, agravada pela severa crise fiscal que se abate sobre as finanças estaduais, fomos atingidos pela catástrofe causada pela chuva desproporcional dos últimos dias. A solidariedade com os mineiros é emergencial”, argumentou Zema.

“Temos milhares de pessoas desabrigadas e desalojadas nas regiões atingidas pelas chuvas que perderam suas casas e pertences. O momento é muito difícil”, acrescentou o governador.

Segundo a Defesa Civil estadual, entre 1º de outubro de 2021, quando as primeiras chuvas da atual temporada começaram a atingir o estado, e a manhã de hoje (14), 376 das 853 cidades mineiras decretaram situação de emergência. Número que, faltando ainda mais de dois meses para o fim da atual temporada de chuvas, já supera em mais de seis vezes o total (58) de municípios que admitiram situação emergencial ou de calamidade pública na temporada de chuvas de 2020/2021.

Além disso, as chuvas e suas consequências já causaram ao menos 25 mortes – sem contar as dez vítimas fatais do desprendimento de um bloco de pedras que caiu sobre embarcações turísticas no Lago de Furnas, em Capitólio. Até esta manha, a Defesa Civil já contabilizava 35.815 pessoas desalojadas que tiveram que ser acolhidas na casa de parentes, amigos, vizinhos ou em hospedagens particulares, e outras 4.464 que ficaram desabrigadas, tendo que, em algum momento, ir para abrigos públicos.

Edição: Valéria Aguiar

Fonte: EBC Geral

Mais Notícias de POLÍTICA

Curta O Rolo Notícias nas redes sociais:
  • Facebbok
  • Twiter
  • Youtube
Compartilhe!
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on twitter
Share on linkedin
Área de comentários

canal no youtube

Mais recentes