Hoje é Dia: semana tem 200 anos do Dia do Fico e Dia do Astronauta

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
© Reprodução

Hoje é Dia: semana tem 200 anos do Dia do Fico e Dia do Astronauta


Um dos acontecimentos mais marcantes da semana que começa foi lembrado no domingo (9): o Dia do Fico, que, em 2022, chegou ao seu bicentenário. No dia 9 de janeiro de 1822, D. Pedro I realizou um ato que ficou marcado na história do Brasil. Mas, para chegar até este momento, é preciso compreender a circunstância de crise do império português:, em 1820, uma revolução estourou na cidade do Porto, motivada pela ida da família real portuguesa para o Brasil, em 1808. Parte dos portugueses se revoltaram com o deslocamento do poder do império para as colônias, e exigiu o retorno dos monarcas. Nesse contexto, D. João VI, rei de Portugal na época, voltou à sua terra com receio de perder o trono, deixando o seu filho D. Pedro I como o príncipe regente do Brasil.ebcebc

 As cortes portuguesas, depois de um tempo, pediram o retorno de D. Pedro I para a Europa, para cessar os pedidos de independência do Brasil, que cresciam cada vez mais entre os brasileiros. No entanto, o príncipe regente comunicou que tinha a intenção de desobedecer a essas ordens e permanecer na colônia. E, no dia 9 de janeiro de 1822, atendendo a um pedido de um abaixo-assinado feito pelas províncias de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais, D. Pedro I anunciou que ficaria no Brasil e proclamou a famosa frase: “Como é para o bem de todos e felicidade geral da nação, estou pronto; diga ao povo que fico”. Esta decisão acabou significou o começo de uma separação da colônia do império português (saiba mais sobre os bastidores do processo de independência do Brasil neste episódio do Na Trilha da História, da Rádio Nacional).

 Esse fato foi contado pelo quadro Nossa História, da antiga TV NBR (atual TV Brasil). Assista:

 

Viajantes do espaço

Também no dia 9, foi comemorado no Brasil o Dia do Astronauta. A data foi escolhida para homenagear a Missão Centenário, fruto de um acordo entre a Agência Espacial Brasileira e Agência Espacial Russa. Isto possibilitou que, pela primeira vez, um astronauta brasileiro fosse ao espaço: o tenente-coronel Aviador da Força Aérea Brasileira Marcos Pontes, que atualmente é o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações. A viagem, com destino à Estação Espacial Internacional, ocorreu em março de 2006 e durou dez dias.

Astronaut Marcos PontesAstronaut Marcos Pontes

Astronauta Marcos Pontes – Foto: Bill Ingalls/NASA

Em entrevista ao Tarde Nacional, programa da Rádio Nacional, Pontes, que é formado em engenharia aeronáutica pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), contou sua trajetória profissional, como foram os anos de treinamento na Nasa, e detalhou o que aconteceu desde que embarcou no foguete até o retorno à Terra. Ele também conta como se alimentou dentro da Estação Espacial Internacional e outros fatos curiosos de quem empreendeu a jornada ao espaço. Ouça:

Poluição por agrotóxicos

O dia 11 de janeiro foi escolhido como o Dia do Controle da Poluição por Agrotóxicos. A data foi instituída para fomentar a discussão sobre o uso dos chamados “defensivos agrícolas”, que comprovadamente fazem mal à saúde daqueles que os aplicam e de quem os consome. Além disso, devido à sua grande disseminação no Brasil e em outros países do mundo, também pode causar grandes danos ao meio ambiente. Em 2011, o Caminhos da Reportagem, da TV Brasil, dedicou uma edição ao assunto. Assista a primeira parte aqui (a reportagem completa está disponível no canal da TV Brasil no YouTube)

Reportagem da Rádio Nacional lembra que o Brasil é um dos maiores consumidores de agrotóxicos do mundo (ouça aqui). Esta matéria da Agência Brasil conta como a poluição causada pelos agrotóxicos encurtam a vida e mudam o comportamento das abelhas. E o programa Viva Maria, da Rádio Nacional, reforçou os males da poluição pelo uso excessivo de agrotóxicos:

Guardião do patrimônio

Em 13 de janeiro de 1937, foi criado, por meio da Lei nº 378, o Serviço do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (SPHAN) – que hoje é o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). Completando 80 anos, o instituto foi criado em 1937, no governo de Getúlio Vargas (saiba mais sobre a história da conservação do patrimônio histórico brasileiro no quadro Constituição Cidadã, de 2018), e desde então, atua para promover e proteger a cultura brasileira. Hoje ele é vinculado ao Ministério do Turismo, e atua com diversas ações pela preservação dos bens culturais. Para saber mais sobre o Iphan, assista a entrevista do programa Brasil em Pauta, da TV Brasil, com a presidente Larissa Peixoto. Ela fala sobre a história do Iphan, esclarece conceitos como os de patrimônios históricos material, imaterial, arqueológico e paisagístico, e ainda explica como solicitar os registros junto ao instituto:

 

Confira a lista semanal do Hoje é Dia com datas, fatos históricos e feriados:

9 a 15 de janeiro de 2022
9

Dia do Fico (200 anos) – foi quando o então príncipe regente, D. Pedro de Alcântara, foi contra as ordens das Cortes Portuguesas, que exigiam sua volta à Lisboa, e decidiu ficar no Brasil, após pedido da população. O episódio marcou o início de um processo que terminaria com a Independência do Brasil

Dia do Astronauta – comemoração em homenagem à Missão Centenário. Realizada pela Agência Espacial Brasileira (AEB) no ano de 2006, a missão foi responsável pela viagem de Marcos Pontes, o primeiro brasileiro no espaço, para a Estação Espacial Internacional (EEI)

10

Lançamento do filme Metropolis, de Fritz Lang, na Alemanha (95 anos) – foi, na época, a mais cara produção até então filmada na Europa, e é considerado, por especialistas, um dos grandes expoentes do expressionismo alemão

Criação da Área de Proteção Ambiental (APA) do Planalto Central (20 anos)

Cortejo artístico pela orla de Ipanema para anunciar a montagem da lona para estreia do Circo Voador, na praia do Arpoador (40 anos)

11

Dia do Controle da Poluição por Agrotóxicos

Dia Internacional do Obrigado

12

Morte do romancista, médico, político, professor, crítico literário, ensaísta, romancista e historiador baiano Afrânio Peixoto (75 anos)

Cratera do Metrô mata sete pessoas em São Paulo (15 anos)

13

Decreto de criação oficial do Serviço do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (SPHAN), hoje Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) (85 anos) – foi a primeira denominação do órgão federal de proteção ao patrimônio cultural brasileiro

15

Morte do mestre popular de Bumba meu Boi, Seu Teodoro (10 anos)

*com supervisão de Nathália Mendes

Edição: Nathália Mendes

Fonte: EBC Geral

Mais Notícias de POLÍTICA

Curta O Rolo Notícias nas redes sociais:
  • Facebbok
  • Twiter
  • Youtube
Compartilhe!
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on twitter
Share on linkedin
Área de comentários

canal no youtube

Mais recentes