Pela primeira vez, nenhuma região retrocede em atualização do Plano SP

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
© Acácio Pinheiro/Agência Brasília

Pela primeira vez, nenhuma região retrocede em atualização do Plano SP


.

O governador de São Paulo, João Doria, anunciou hoje (24) a oitava atualização do Plano São Paulo, além de estender o período de quarentena em todo o estado até o dia 10 de agosto. Pela primeira vez, nenhuma região do estado apresentou retrocesso de fase.ebcebc

Agora, apenas três regiões do estado permanecem na fase 1- vermelha, de alerta máximo, e terão que manter a quarentena, com liberação para abrir serviços considerados essenciais como de logística, segurança, saúde e abastecimento. São elas: Franca, Ribeirão Preto e Piracicaba.

Essas três regiões se mantiveram no vermelho por causa da alta taxa de ocupação de leitos de terapia intensiva para pacientes. Em Franca, ela está em torno de 82,5%; em Piracicaba, em 84,8% e, em Ribeirão Preto, em 91,4%.

Outras três regiões avançaram de fase. Araçatuba e Campinas saíram da fase 1- vermelha e passaram para a fase 2 – laranja. Já a região de Araraquara passou da fase 2 – laranja para a fase 3 – amarela.  

A maior parte do território paulista está na fase 2 – laranja, que permite o funcionamento com 20% da capacidade de público em escritórios em geral, imobiliárias, comércio de rua, shoppings e concessionárias. Essa abertura pode ser feita pelo período de quatro horas diárias, todos os dias; ou por seis horas, desde que abra apenas por quatro dias na semana.

Estão nessa fase as regiões de Araçatuba, Barretos, Bauru, Campinas, Marília, Presidente Prudente, São João da Boa Vista, São José do Rio Preto, Sorocaba, Taubaté e a sub-região norte da região metropolitana. A sub-região norte compreende as cidades de Caieiras, Cajamar, Francisco Morato, Franco da Rocha e Mairiporã.

Fase amarela

Mapa atual dos municípios de São Paulo.Mapa atual dos municípios de São Paulo.

Mapa atual dos municípios de São Paulo. – Agência Brasil

A capital paulista se manteve na fase 3 – amarela do Plano São Paulo, condição em que se encontra há 28 dias, assim como as sub-regiões sudeste e sudoeste da região metropolitana.

A permanência por 28 dias na fase amarela vai permitir que a capital e estas duas sub-regiões possam reabrir a partir de segunda-feira (27), com limitações, espaços culturais como museus, bibliotecas, cinemas, teatros e salas de espetáculos.

No entanto, de acordo com o prefeito Bruno Covas, a capital decidiu esperar. Por recomendação da Vigilância Sanitária, esses espaços só serão reabertos na cidade de São Paulo quando ela alcançar a fase 4 – verde.

Estão na fase 3 – amarela as regiões de Araraquara, Baixada Santista e Registro, além da capital e sub-regiões leste, oeste, sudoeste e sudeste da região metropolitana. Nesta fase é permitido reabrir bares, restaurantes e salões de beleza com 40% da capacidade, além de academias com 30% de vagas e expediente limitado a seis horas por dia.

O Plano São Paulo é dividido em cinco fases que vão do nível máximo de restrição de atividades não essenciais (vermelho) a etapas identificadas como controle (laranja), flexibilização (amarelo), abertura parcial (verde) e normal controlado (azul). O plano também é regionalizado, ou seja, o estado foi dividido em 17 regiões [com a região metropolitana dividida em cinco sub-regiões] e cada uma delas é classificada em uma fase. 

Evolução da pandemia

Nos últimos sete dias, o estado de São Paulo vem apresentando uma pequena desaceleração da pandemia. Segundo o governo paulista, houve queda de 5% na variação de casos confirmados do novo coronavírus e de 4% nas internações de pacientes com covid-19 [a doença provocada pelo novo coronavírus]. O número de mortes também teve redução de 3%, segundo o governo.

Edição: Lílian Beraldo

Fonte: EBC Saúde

Mais Notícias de SAÚDE

Curta O Rolo Notícias nas redes sociais:
Área de comentários
Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Mais recentes