Cadela espancada por mulher em condomínio de alto padrão passa por exames

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Cadela espancada por mulher em condomínio de alto padrão passa por exames

Cadela espancada por mulher em condomínio de alto padrão passa por exames

A cadela que foi espancada por uma mulher em um condomínio de alto padrão, na zona norte de Sorocaba (SP), passou por exames nesta quarta-feira (15). O animal foi resgatado por ativistas na noite de terça-feira (14). Um vídeo flagrou as agressões contra a cadela.

Segundo o Instituto Felipe Becari, em Cotia (SP), a cachorra passou por exames de imagem, hemograma e raio X em uma clínica veterinária. Agora, a cadela Moana permanece no instituto recebendo todos os cuidados necessários.

A defesa da tutora que agrediu a cadela se manifestou, em nota, na quarta-feira (15). Os advogados afirmaram que ela permitiu que um ativista e policial civil de São Paulo entrasse no imóvel e concordou que a cadela Moana fosse levada.

Ainda na nota, os advogados também afirmam que os outros animais presentes na residência estavam com a integridade física preservada e que a moradora está à disposição das autoridades e prestará esclarecimentos à polícia.

A nota não esclarece o que teria motivado a violência da mulher contra o animal.

Veja abaixo, na íntegra, a nota da defesa, assinada pelos advogados Murilo Raszl Cortez e Luís Rodolfo Cortez:

“Instada a se manifestar, a defesa esclarece que após as denuncias de maus tratos amplamente divulgadas na mídia tradicional e nas redes sociais: a suspeita prontamente aceitou e recebeu a visita, em sua casa, de um dos maiores e mais sérios ativistas da causa animal da América Latina, a quem foi facultada a vistoria completa e irrestrita do local; por ocasião desta visita, por decisão conjunta, houve a entrega consentida de Moana aos cuidados deste ativista, que se comprometeu, pessoalmente e através de seu instituto, com a realização de exames veterinários completos e de bem cuidar da cadela até a cabal elucidação dos fatos; na mesma oportunidade, este ativista e seu assessor constataram o excelente estado de saúde e os bons cuidados que são garantidos aos demais animais pertencentes à suspeita, os quais seguem sob sua tutoria, ante a ausência de qualquer risco à suas vidas e integridade física, conforme decisão tomada em conjunto entre as partes. Comprovadamente garantido o bem-estar de todos os animais, a suspeita, que está a plena disposição das autoridades, prestará esclarecimentos em sede policial, após o que a defesa estará à disposição para maiores esclarecimentos. Sendo o que havia, por ora, a esclarecer, e na esperança de que a garantia do bem-estar animal fora devidamente demonstrada e atestada inclusive pela participação de um dos maiores representantes da causa no país, apresentamos a presente nota à imprensa. Sorocaba.”

‘Animal estava sofrendo’

Os moradores do condomínio onde uma cadela foi espancada relataram à TV TEM que a denúncia de maus-tratos foi feita por diversas pessoas, que testemunharam as agressões.

Os moradores começaram a se comunicar para entender o que estava acontecendo, segundo uma mulher, que também não será identificada.

“Não foi um, nem dois, nem três [moradores]. Iam perguntar um pro outro se ouvia. O outro dizia que ouvia e a gente foi se organizando de forma que a gente pudesse ajudar essa cachorra”, relembra outro morador.

“Um filmou, o outro chamou a polícia. Então, não foi uma pessoa [que denunciou]. É um conjunto de moradores que não aceita a violência que o animal estava sofrendo”, completa.

Flagrante em vídeo

O vídeo que mostra a cadela sendo agredida foi gravado na noite de segunda-feira (23), por volta das 21h.

Segundo testemunhas, a cadela é um filhote e, desde que chegou à residência, passou por agressões frequentes. Os tutores têm outros cães.

Os ativistas informaram que conseguiram entrar em contato com a mulher e resgatam a cadela Moana do local, na noite de terça-feira (14), sem dificuldade. Ela foi encaminhada para uma ONG, em São Paulo.

As imagens mostram que o animal foi agredido por uma mulher com socos, chutes e empurrões. No vídeo é possível ouvir os latidos de dor da cadela.

MP abre inquérito

O Ministério Público do Estado de São Paulo (MP-SP) abriu um inquérito civil para investigar o caso. O promotor Jorge Alberto de Oliveira Marum pede que a investigada preste informações e apresente registros e documentação em até 30 dias.

A promotoria recomendou a apreensão dos animais que estão na casa e pede detalhes do ocorrido para a Polícia Civil e Polícia Ambiental.

O vídeo foi feito por moradores do condomínio na noite de segunda-feira (13), por volta das 21h, e mostra a situação de maus-tratos.

Mulher espanca cadela em condominio de alto padrao em Sorocaba video 1

Do G1

Mais Notícias de Sorocaba e Região

Curta O Rolo Notícias nas redes sociais:

Compartilhe!
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on twitter
Share on linkedin
Área de comentários

canal no youtube

Mais recentes