Campeão dá dicas para quem quer se profissionalizar nos E-Sports

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Campeão dá dicas para quem quer se profissionalizar nos E-Sports

Gabriel ‘FalleN’ Toledo conta que talento é importante, mas atleta profissional também deve saber lidar com situações adversas no jogo e no cotidiano

gabriel toledo fallen

Um dos maiores nomes dos E-Sports mundial, o brasileiro Gabriel ‘FalleN’ Toledo conversou com o R7 e deu dicas para quem quer se tornar um profissional dos games

O primeiro ponto destacado por FalleN, que foi eleito segundo melhor jogador do mundo em 2016, para quem busca se profissionalizar é o desenvolvimento sincronizado tanto da parte prática, quanto da teórica:
“Após as recomendações da OMS, os campeonatos estão sendo realizados de forma online ou sem torcida. Então, hoje você tem uma boa oportunidade para acompanhar as partidas profissionais e estudar o ‘meta’ (as estratégias) atual”, orienta o jogador

taco mibr

Gabriel ressalta também os desafios para se tornar um profissional e a importância de saber como lidar com essas situações.
“O caminho não será fácil e você terá que ser resiliente. Apesar dos esportes eletrônicos estarem mais consolidados em nosso país e no mundo, ainda é desafiador o caminho até se alcançar o nível profissional. Em sequência, quando se faz parte de um time que é referência em sua modalidade, os olhos dos adversários estarão sempre voltados para você, onde haverá uma necessidade de reinvenção diária”.

1zvhgc62i0 nyi108eru file

Ao comparar os bons jogadores amadores com os profissionais, o pro-player fala sobre a importância da preparação psicológica para enfrentar os desafios do cotidiano.
“É um diferencial quando o jogador já possui uma habilidade inata no game. Porém, o atleta de E-Sports profissional também deve saber lidar com situações adversas que irão aparecer no cotidiano, como a pressão durante os torneios, a postura em saber jogar em equipe além de ter humildade nas derrotas e buscar a evolução”.

Para aqueles que pensam que essas dicas se aplicam apenas ao Counter Strike ou a jogos de tiro, FalleN reitera que, apesar de cada jogo possuir um “ecossistema próprio”, os desafios enfrentados pelos atletas são bem parecidos no final. “Como em qualquer área, o esforço e a paixão pelo o que se faz devem ser ingredientes diários na jornada”, completa.

fallen csgo

Por fim, Gabriel, que joga desde criança, quando tinha de ir à lan houses com seus irmãos, dá seu último conselho:
“Se divirta! Se jogar é o que te faz feliz, eu tenho certeza que o resultado do seu esforço será muito melhor! Neste momento, treine com os seus amigos ou time de forma online para melhorar a sua gameplay”.

(Fonte: R7)

Mais Notícias de TECNOLOGIA

Curta O Rolo Notícias nas redes sociais:
Área de comentários
Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Mais recentes