Recebimento de pagamentos online influencia vendas do seu e-commerce

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Recebimento de pagamentos online influencia vendas do seu e-commerce

Entenda os três processos que todo lojista virtual deve saber sobre a engrenagem de um e-commerce

Programa Inova 360

Programa Inova 360
Programa Inova 360

Por Wirecard

Para qualquer lojista virtual, ter o controle dos pagamentos é peça chave para o sucesso do e-commerce, e a função desse post é esclarecer a você, empreendedor, os processos envolvidos quando a questão é receber pagamentos online. Nesse texto você irá aprender 3 coisas importantíssimas que um lojista virtual deve saber a respeito da engrenagem de um e-commerce.

Então me diga: Quais são os processos envolvidos para receber pagamentos online? Quais são os meios para esse recebimento?  Qual é o futuro dos meios de pagamento no mercado digital? Tudo isso será explicado nesse texto. Então vamos lá!

Um pouco de história sempre faz bem…

Sabemos que há uma causa para todo tipo de evolução e que ela está presente em cada aspecto do mundo que nos cerca, seja na tecnologia ou na maneira que ela nos impacta. Com o comércio não foi diferente. A história do comércio é realmente interessante, uma vez que nos ajuda a compreender a própria forma de organização social e aquilo que hoje conhecemos como capitalismo.

Antes da invenção da moeda, atribuída ao povo Persa, o comércio era realizado por meio do escambo, que consistia em trocas comerciais de commodities como grãos, sementes, especiarias, etc. O processo de escambo gerava muitos conflitos pois era difícil atribuir um valor exato para alguma coisa, uma vez que determinado produto poderia ter um preço subjetivo, variando de comprador para comprador.

A partir da invenção das moedas tudo mudou. Os mercados começaram a se consolidar e novas formas de pagamento surgiram, como os cheques e os queridos (e modernos) cartões de crédito. Falaremos bastante sobre eles nesse texto.

Voltemos à Modernidade

Hoje em dia é muito comum irmos a um estabelecimento como uma padaria, por exemplo, efetuarmos uma compra em dinheiro e a pessoa do caixa não ter troco suficiente. Nesse caso você sai com o bolso cheio de balinhas, não é? Quem nunca passou por isso que atire a primeira pedra.

Isso acontece porque a maioria das pessoas fazem compra com cartões de crédito atualmente, e o dinheiro em formato de cédulas está ficando cada vez mais raro nos estabelecimentos comerciais, dificultando a devolução do troco.

Segundo uma pesquisa realizada pela Wirecard em 2015, 81,3% das transações na internet utilizam o cartão de crédito para finalizar uma compra.

De acordo com essa pesquisa, 87% dos pagamentos feitos com cartão de crédito foram parcelados em até 3 vezes, e pagamentos com parcelas de 4 a 6 vezes somaram 9%. Já parcelas de 10 a 12 vezes resultam em 2,75%, enquanto que parcelas de 7 a 9 vezes somam apenas 1,25% das transações feitas no crédito. O boleto é a segunda opção mais utilizada, com 11,7%. O cartão de débito corresponde por 7% dos resultados da pesquisa.

A adesão ao e-commerce tem crescido a cada ano. Certos preconceitos sobre vendas online e sobre a segurança envolvida nos meios de pagamento digitais têm caído por terra. Em 2015 o e-commerce cresceu 22% no Brasil, segundo dados da ABComm (Associação Brasileira de Comércio Eletrônico), deixando claro que cada vez mais as compras online têm feito parte do cotidiano do brasileiro.

No começo do e-commerce, quando as lojas virtuais estavam tentando criar um posicionamento mais competitivo em relação às lojas físicas, trabalhar com e-commerce era realmente muito difícil. Falar sobre receber pagamentos online então, era um grande desafio a ser superado por qualquer lojista disposto a atuar no cenário digital.

Isso mudou conforme o desenvolvimento técnico que envolve os meios de pagamentos online foram se tornando mais viáveis para os empreendedores digitais.

Entenda o processo envolvido ao receber pagamentos online

Quando falamos sobre vendas online, podemos considerar 5 agentes importantes para essa operação.

São eles: o comprador, a loja virtual, o intermediador, as adquirentes e os bancos. A ideia é deixar claro como cada um atua e como esse processo funciona. O comprador entra na loja virtual, visualiza um produto interessante e relevante e o compra. Até aqui tudo bem, certo?

Após clicar em “comprar”, o processamento do pagamento é realizado por um intermediador de pagamentos, como a Wirecard. O intermediador é responsável pelo checkout no e-commerce, que nada mais é que a coleta dos dados bancários do cliente para que o pagamento seja processado.

A adquirente (Cielo e Rede, por exemplo) faz o pagamento ocorrer definitivamente; sua função é debitar o dinheiro da conta pagadora.

O banco, juntamente à adquirente, cuida do depósito do dinheiro.

Leia a continuação deste artigo no Blog da Wirecard.

Wirecard é uma das plataformas digitais na área de comércio financeiro que mais cresce no mundo.

(Fonte: R7)

Mais Notícias de TECNOLOGIA

Curta O Rolo Notícias nas redes sociais:
Área de comentários
Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Mais recentes