Prefeitura notifica empreiteira e pede plano de obras da Caridade Portuguesa

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Prefeitura notifica empreiteira e pede plano de obras da Caridade Portuguesa

Prefeitura notifica empreiteira e pede plano de obras da Caridade Portuguesa

A Prefeitura de Botucatu através do Departamento de Comunicação informa que pediu aos responsáveis pelas obras no prédio da Caridade Portuguesa o plano de obras e adianta que irá acompanhar todas as etapas da reforma do prédio.

Além disso, a administração pública relembra que o prédio está no entorno da área tombada pelo Condephaat (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico), no entanto não se trata de área preservada pelo órgão estadual.

Apesar do esclarecimento não foi informado se será ou não, solicitado aos responsáveis pela obra a necessidade de respeitar ou não o projeto apresentado pelos arquitetos Paulo Bassetto e Ludmilla Tidei de Lima, que protocolaram nota em repúdio junto à Prefeitura Municipal da Cidade ressaltando que as obras não levam em conta o projeto de restauração.

Predio da Cridade Portuguesa esta sendo descaracterizado e pode perder valor historico 1

O projeto dos arquitetos previa a restauração das características originais das fachadas frontal e lateral, no entanto o piso da escada principal já foram retirados e os Brasões de Armas Português, que se repetiam na lateral do muro foram retirados.

Além disso, consta no projeto dos arquitetos a recuperação do jardim na área interna, priorizando a manutenção do piso original, com uma estrutura metálica para segurar o assoalho de madeira, além de total preservação do forro, garantindo que os desenhos originais continuem em destaque.

Predio da Cridade Portuguesa esta sendo descaracterizado e pode perder valor historico1 466x1024 1

Vale lembrar que a redação do O Rolo Notícias enviou à Prefeitura de Botucatu uma série de questões referentes à obras na sexta-feira, entretanto, mesmo com a Secretaria de Habitação tendo as respostas ela não foi consultada de imediato pelo setor de Comunicação da Administração Pública, o que garantiu a outro órgão de imprensa acesso privilegiado.

Essa postura do órgão que atende a imprensa causou desconforto, pois em época de internet toda a informação é urgente. Vale ressaltar que dead-line é um termo técnico em desuso para sites e portais de notícias, já que sites não possuem horários de fechamento como ocorria antigamente, em período em que jornais trabalhavam com gráficas o que atrelava o fechamentos a horários específicos.

“Não respondemos por ainda estar levantando as informações necessárias junto ao órgão competente. E como não havia dead-line, não entendemos a urgência da resposta. Porém, para título de esclarecimento, conseguimos verificar internamente que o órgão de imprensa que publicou sobre o assunto procurou diretamente a Secretaria de Habitação, sem nos informar. Já esclarecemos nossa equipe sobre a necessidade de manter a comunicação avisada sobre demandas de imprensa”, informou o Departamento de Comunicação da Prefeitura de Botucatu.

Mais Notícias de Botucatu e Região

Curta O Rolo Notícias nas redes sociais:

Compartilhe!
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on twitter
Share on linkedin
Área de comentários

canal no youtube

Mais recentes