Search
Close this search box.

BMW mostra a nova geração do cupê M2 apostando na velha receita

Compartilhe

Conforme a fabricante, o BMW M2 da nova geração é capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em 4,1 segundos
Divulgação – BMW

Conforme a fabricante, o BMW M2 da nova geração é capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em 4,1 segundos


A BMW já aguçou a curiosidade dos entusiastas e fãs e resolveu apresentar antecipadamente a nova geração do M2, um cupê que dá continuidade à tradição da marca de modelos ultraesportivos com dimensões compactas que começou em 1973 com a chegada do BMW 2002 turbo.

Fabricado em San Luis Potosí, no México, junto ao Série 2 Coupé, o  M2 traz  motor 3.0 de seis cilindros biturbo de 460 cv (a 6.250 rpm) e 56,08 kgfm de torque (entre 2.650 e 5.870 rpm) e transmissão automática de oito marchas ou manual de seis velocidades como opcional, e tração traseira, cujo “pacote” é o mesmo dos modelos M3 e M4 , porém com alguns ajustes mecânicos.

Segundo a BMW, o cupê acelera de zero a 100 km/h em 4,1 segundos com a transmissão M Steptronic de oito velocidades e em 4,3 s quando equipado com a caixa manual de seis velocidades. A velocidade final limitada do novo BMW M2 pode ser aumentada de 250 km/h para 285 km/h, com o opcional M Driver’s Package.

A esportividade do modelo é destacada pelas linhas tipicamente agressivas dos carros da Série M e, no caso do M2, a grande grade de rim BMW sem moldura com barras horizontais combina com uma entrada de ar inferior de três seções com contornos quase retangulares para dar à frente do carro uma aparência M familiar.

Na lateral, saias laterais proeminentes e arcos de roda musculosos evidenciam o conjunto esportivo em relação ao Série 2 “padrão” completado pelas rodas esportivas pintadas em preto brilhante de 19 polegadas na dianteira (275/35 ZR19) e 20 polegadas na traseira (285/30 ZR20).

Na parte traseira, o design é ditado por vários elementos individuais reforçados pelo p equeno defletor de ar na tampa do porta-malas , os refletores dispostos verticalmente, a inserção do difusor traseiro – com seu design purista – e os dois pares de saídas de escape posicionadas bem longe das bordas externas.

No “cockpit”, toda a instrumentação é voltada para o “piloto”, com leituras, controles e opções de configuração específicos, bem como o avançado BMW Curved Display. Informações relacionadas à direção, incluindo Shift Lights, aparecem em um novo layout gráfico na tela de informações de 12,3 polegadas.

Controles específicos M para configuração do veículo e condição dos pneus são apenas dois dos itens que podem ser acessados ​​na tela de controle de 14,9 polegadas que permite ainda adaptar vários sistemas, tais como suspensão, direção, frenagem e Controle de Tração M.

O condutor e o passageiro dianteiro são recebidos de série pelos bancos esportivos com um design específico do modelo com superfícies Sensatec/Alcantara, mas bancos esportivos M com apoios de cabeça integrados e superfícies perfuradas em pele Vernasca/Sensatec estão disponíveis como opcional. Há ainda os bancos tipo concha M Carbon, que também podem ser encontrados na lista de opções.

A escolha de cinco acabamentos de pintura exterior disponíveis inclui os tons metálicos azul Zandvoort sólido e vermelho Toronto exclusivos para este modelo. Um teto “M Carbon” que reduz o peso do veículo em cerca de seis quilos é oferecido como opção.

Produzida na fábrica do BMW Group em San Luis Potosí, no México, a nova geração do BMW M2 começa a ser vendida em abril de 2023. Os preços, por enquanto, não foram revelados.

Fonte: IG CARROS

Compartilhe!

PUBLICIDADE

canal no youtube