Conversões para GNV mais do que dobram em São Paulo

Compartilhe

Pedidos para conversão para GNV em São Paulo aumentaram 121,8% entre janeiro e maio deste ano
Divulgação

Pedidos para conversão para GNV em São Paulo aumentaram 121,8% entre janeiro e maio deste ano

Com a alta constante no preço dos combustíveis, a instalação do Gás Natural Veicular (GNV) tem sido um refúgio para muitos motoristas, cansados de ter de fazer milagres para fechar a conta no orçamento familiar no fim do mês, além de trabalhar sem que isso prejudique na renda mensal.

Nos primeiros meses deste ano, segundo estudo do Detran.SP ,  as solicitações para o serviço de alteração de combustível GNV cresceram 121,8% no estado de São Paulo entre janeiro e maio deste ano.

Foram 3.600 pedidos nos cinco primeiros meses de 2022 contra 1.625 adaptações no mesmo período do ano passado. Na capital, o aumento foi ainda maior. O Detran.SP registrou 136,6% de crescimento. Foram 1.609 solicitações entre janeiro e maio deste ano contra 701 no ano passado. Atualmente, a frota com kit GNV no estado de São Paulo é de 256.201 veículos.

Em todo o país, o preço médio do litro da gasolina fechou o mês de junho  a R$ 7,56, alta de 10% no comparativo com janeiro. Os dados são do Índice de Preços Ticket Log (IPTL). Já o preço médio do GNV no Brasil em junho chegou a R$5,20 , segundo levantamento da Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado (ABEGÁS).

De acordo com a ABEGÁS, o metro cúbico do GNV no estado de São Paulo é, em média, 18% mais barato que o litro da gasolina e abastecendo R$ 100 o motorista percorre, em média, 234 km. Com o mesmo valor, o condutor roda apenas 155 km com a gasolina ou 163 km com o etanol.

O motorista que optar pelo uso do combustível GNV deve solicitar autorização prévia junto ao Detran.SP, que resulta na emissão de um novo Certificado de Registro de Veículo (CRV).

O passo a passo está disponível em:  https://tinyurl.com/3s55ww95 e o serviço é solicitado por meio do e-mail [email protected] que solicitará os devidos documentos digitalizados:

Os documentos exigidos são: 

–     Documento de identificação pessoal do proprietário do veículo

–     Certificado de Registro de Veículo (CRV) ou Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) – Atenção! Se o registro do veículo ocorrer a partir de 04/01/2021, o documento que deve ser apresentado é o CRLV-e.

–     Requerimento de autorização prévia para modificação do veículo preenchido conforme modelo disponível no portal do Detran.SP

Fonte: IG CARROS

Compartilhe!
Área de comentários

canal no youtube

Mais recentes