Renault mostra Kwid elétrico, que começa a ser vendido em julho

Compartilhe

Renault mostra Kwid elétrico, que começa a ser vendido em julho


source
Renault Kwid E-Tech: modelo tem até 298 km de autonomia na cidade, conforme a fabricante
Divulgação

Renault Kwid E-Tech: modelo tem até 298 km de autonomia na cidade, conforme a fabricante

Focando em consumidores de tecnologia e os interessados em soluções de mobilidade, a Renault traz o Kwid E-TECH electric para o Brasil, visando “democratizar” o acesso aos veículos elétricos e fazendo do Kwid o modelo 100% elétrico mais em conta a venda no Brasil.

A Renault afirma que o Kwid é capaz de uma autonomia de 298 km em ciclo urbano, e é equipado com uma bateria de 26,8 kWh, que transmite energia para o motor de 65 cv, capaz de ir de 0 a 50 km/h em 4,1 segundos.

O Kwid elétrico é capaz de conseguir 190 km de autonomia em 9 horas quando carregado em uma tomada 220v aterrada, em carregadores do tipo Wall Box o número cai para 3 horas, e nos carregadores de corrente contínua (DC) a carga dos 15 aos 80% acontece em 40 minutos.

A Renault anunciou que por meio de parcerias com a WEG e Schneider, oferecerá aos compradores os carregadores Wall Box , que poderão ser adquiridos em toda a rede de concessionários, assim como o Kwid E-TECH .

Por falar nas concessionárias, a marca anuncia que todas poderão realizar as manutenções de rotina do veículo, mas para reparos mais complexos, que envolvam colisões, por exemplo, deverão ser realizado em oficinas “E-TECH”. Atualmente existem 12 centros especializados em veículos elétricos , mas até agosto, quando o veículo começará a ser entregue, a marca espera abrir mais 22 unidades.

Leia Também

O foco do Kwid será cust o, a marca reforçou que o modelo elétrico apesar de mais caro, ao longo do uso, se torna mais em conta que o térmico. De acordo com os dados apresentados, considerando o custo do kWh à R$ 0,66 e o da gasolina R$ 7,30.

Leia Também

O custo por Km rodado no Kwid elétrico é de R$ 0,06, contra R$ 0,48 do veículo tradicional. Através desses valores, a marca busca trazer empresários, frotistas, autônomos, para o Kwid elétrico, já que custos é um fator decisivo para o setor.

A marca promete ainda que o valor das três revisões do Kwid E-TECH será metade dos praticados no Kwid térmico (R$ 1.474,12). Além disso, o veículo tem 3 anos de garantia e 8 anos ou 120 mil km.

Apesar do novo conjunto de força, a única mudança entre peças de acabamento e estrutura entre as versões térmicas e elétricas do Kwid  são o cubo da roda e a roda, que agora possuem quatro furos, para suportar o torque instantâneo do motor elétrico e a grade frontal.

O espaço interno permanece o mesmo, mas na versão elétrica , o Kwid recebe airbag de cortina, sensor de estacionamento traseiro e câmera de ré.

O modelo já está em pré-venda  no site da Renault , e também no site do Renault On Demand, o serviço de carro por assinatura da marca. Os primeiros modelos começarão a ser entregues somente em agosto.

Fonte: IG CARROS

Mais Notícias em CARROS

Curta O Rolo Notícias nas redes sociais:
Compartilhe!
Área de comentários

canal no youtube

Mais recentes