Saiba quais são as vantagens dos carros elétricos no Brasil

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram

Saiba quais são as vantagens dos carros elétricos no Brasil


source
Renault Zoe e-Tech foi o primeiro lançamento da categoria no Brasil neste ano; chegou em março por R$ 204.990
Divulgação

Renault Zoe e-Tech foi o primeiro lançamento da categoria no Brasil neste ano; chegou em março por R$ 204.990

Se você mora em uma cidade grande como São Paulo, Rio de Janeiro ou Curitiba, já deve ter passado por algum veículo elétrico . Eles devem ficar cada vez mais frequentes em nossas ruas, principalmente no segmento premium, onde a categoria deverá corresponder a 70% das vendas até 2030.

Com as vendas estão em alta, 2021 deverá ser o grande ano da categoria no Brasil. A Renault já lançou o novo Zoe e-Tech em março, a Audi importou o novo RS e-tron GT em abril e a Mini revelou o Cooper SE 100% elétrico em julho. 

JAC e-JS1 chega ao Brasil até outubro e será o carro elétrico mais barato do mercado
Divulgação

JAC e-JS1 chega ao Brasil até outubro e será o carro elétrico mais barato do mercado

Para o segundo semestre, teremos o lançamento do Peugeot 208 e-GT no fim de julho, o início das vendas do Fiat 500 elétrico em agosto e a chegada do novo JAC e-JS1 entre setembro e outubro. Outro modelo que poderá chegar ao Brasil ainda em 2021 é o Chevrolet Bolt reestilizado.

Segundo dados da Associação Brasileira de Veículos Elétricos (ABVE), o Brasil registrou alta de 29,4% nas vendas de veículos elétricos no primeiro quadrimestre deste ano. Mas por que os eletrificados estão em evidência? A startup de tecnologia e soluções de mobilidade UCorp publicou uma comparativo entre modelos 100% elétricos e a combustão para demonstrar de que forma a nova tendência pode ser vantajosa.

Sustentabilidade

Fiat 500e chega em agosto; será o primeiro modelo elétrico da FCA no Brasil
Divulgação

Fiat 500e chega em agosto; será o primeiro modelo elétrico da FCA no Brasil

A UCorp destaca que carros a combustão emitem, em média, 150 g de gás carbônico por quilômetro rodado. Outros gases tóxicos, como monóxido de carbono, óxido de nitrogênio e dióxido de enxofre, também são oriundos destes veículos.

Diferentemente do que se imagina, veículos elétricos não estão isentos da emissão de gases tóxicos . No Brasil, precisamos considerar os impactos ambientais da Usina Hidrelétrica de Itaipu, que inundou florestas e terras agricultáveis que continuam emitindo gás carbônico, ainda que submersas.

Além disso, quando a hidrelétrica não está dando conta do abastecimento , as usinas termelétricas são acionadas, emitindo gases tóxicos na atmosfera. De acordo com a Agência Nacional de Energia Elétrica, há 8.989 usinas termelétricas espalhadas pelo Brasil.

O que carros elétricos de fato fazem pelo meio-ambiente é tirar a poluição da cidade. Portanto, podem mitigar problemas respiratórios das pessoas que moram nos grandes centros urbanos.

Você viu?

A UCorp divulga que o carro a combustão chega a produzir 3 toneladas de CO2 a cada 20 mil km rodados, enquanto em um modelo elétrico esse valor é de 70 kg.

Manutenção

Outra vantagem de modelos elétricos sobre carros a combustão é a manutenção. Um modelo convencional tem cerca de 2.400 peças móveis, enquanto um veículo 100% elétrico tem apenas 250.

Segundo a UCorp, gasta-se R$ 800 a cada seis meses para fazer a manutenção periódica de um modelo a combustão . Com um carro elétrico, o proprietário gastará R$ 250. 

Economia

Apesar do desempenho discreto no Brasil, o veterano Nissan Leaf é um dos modelos mais vendidos no Reino Unido
Caue Lira/iG

Apesar do desempenho discreto no Brasil, o veterano Nissan Leaf é um dos modelos mais vendidos no Reino Unido

Outra conta que aponta a vantagem de carros elétricos sobre modelos a combustão está na economia na hora de abastecer. Considerando o valor atual da gasolina, o brasileiro gasta, em média, R$ 275 para encher o tanque. A carga completa na bateria de um veículo elétrico custa apenas R$ 22,44, considerando o valor de R$ 0,65 por quilowatt-hora.

Todos os c arros elétricos vendidos no Brasil contam com carregadores portáteis. Alguns fabricantes ainda instalam aparelhos wall-box para que a recarga seja ainda mais rápida.

A única vantagem dos modelos a combustão sobre carros elétricos, segundo a UCorp, está justamente no tempo para reabastecer. Leva-se em torno de 3 minutos para encher o tanque de um carro a combustão, enquanto a recarga completa de um veículo elétrico pode chegar a 3 horas em um wall-box residencial.

Para onde vamos?

Carros elétricos devem ganhar força no segmento premium nos próximos anos
Divulgação

Carros elétricos devem ganhar força no segmento premium nos próximos anos

Há um motivo para o mercado de carros eletrificados de luxo estar impulsionado no Brasil, mesmo na crise. Enquanto a diferença de preço do Renault Sandero , que parte de R$ 59.990,  para um Zoe de R$ 204.990 chega a ser absurda, o mesmo não acontece no segmento premium.

O Jaguar I-Pace 100% elétrico, por exemplo, parte de R$ 508.950 nas concessionárias brasileiras –  valor que não fica tão distante do F-Pace S , de R$ 500.950, que bebe apenas gasolina. A decisão acaba não pesando no bolso do cliente, que terá que fazer uma escolha entre dois veículos do mesmo porte, com pacote de equipamentos similar.

Jaguar I-Pace: o primeiro SUV elétrico da fabricante britânica é um grande sucesso na Europa
Divulgação

Jaguar I-Pace: o primeiro SUV elétrico da fabricante britânica é um grande sucesso na Europa

O mesmo acontece com o Audi e-tron Sportback , que parte de R$ 551.990 no Brasil e cabe perfeitamente no bolso de quem pagou R$ 547.990 por um A7 Sportback a gasolina; ou o Mercedes-Benz EQC elétrico , que custa R$ 629.900 e pode parar na garagem de alguém disposto a desembolsar R$ 675.900 pelo GLE Coupé .

Não há um horizonte próximo para viabilizar a venda de carros elétricos acessíveis no Brasil. Enquanto um Tesla Model 3 custa US$ 37.499 e não pesa muito no bolso de um americano da classe média, veículos a combustão devem continuar fazendo parte do ecossistema dos brasileiros pelos próximos vinte anos.

Fonte: IG CARROS

Mais Notícias em CARROS

Curta O Rolo Notícias nas redes sociais:
Área de comentários
Compartilhe!
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on twitter
Share on linkedin

canal no youtube

Mais recentes