Veja como verificar corretamente o nível do óleo do motor

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Veja como verificar corretamente o nível do óleo do motor


source
óleo do motor
Divulgação

Saber o momento exato da troca de óleo não tem segredo. Basta seguir a indicação do manual e medir o nível no momento certo.


Algo muito comum no cotidiano do motorista brasileiro e encostar no posto de combustíveis e já ouvir do frentista um pedido para a verificação do nível de óleo do motor. Pois saiba que esse é o primeiro passo para uma medição errada do fluído, que é o responsável por garantir a lubrificação dos componentes internos do propulsor.


De acordo com a fabricante de lubrificantes Castrol, a medição manual do nível deve acontecer a cada duas semanas ou antes de uma viagem longa, mesmo nos carros equipados com o sensor no painel. Fatores externos, como a qualidade do combustível, variações extremas de temperatura e o uso constante em trânsito lento podem causar o aumento do consumo de óleo do motor .

A medição deve ser realizada sempre em um lugar plano e pelo menos 10 minutos depois da última partida no motor, dando tempo para que o óleo retorne ao cárter . Puxe a vareta e limpe a ponta dela com uma estopa ou toalha de papel e volte a coloca-la em seu lugar, certificando-se de que ela entre até o fundo. Logo depois, levante-a e segure-a na posição horizontal.

A vareta conta com uma marcaça mínima e máxima. O ideal é que o nível de óleo esteja entre essas duas marcas, tendendo para a marcação máxima. Se o nível estiver próximo ou abaixo da marca mínima, será necessário completar. É necessário utilizar o lubrificante do mesmo tipo e especificação do fluído que já é usado no veículo. 

Caso o veículo já não tenha mais o manual do proprietário, um bom caminho é usar as ferramentas de busca da internet. Sempre adicione óleo ao motor aos poucos e repita os passos para medição do nível, para assegurar que o lubrificante não ultrapasse o nível máximo. Vale destacar que o excesso de óleo também é nocivo, podendo provocar danos graves particularmente em veículos equipados com conversores catalíticos.

Fonte: IG CARROS

Mais Notícias em CARROS

Curta O Rolo Notícias nas redes sociais:
Área de comentários
Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Mais recentes