Quase 400 cães são resgatados a caminho de festival de carnes na China

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram

Quase 400 cães são resgatados a caminho de festival de carnes na China


source
Cães presos em gaiola sem espaço para se movimentarem
Instagram/Humane Society International
Cães presos em gaiola sem espaço para se movimentarem

O festival de carne de cachorro da cidade chinesa de Yulin, considerado uma tradição anual o país, começou nesta terça-feira (21). Ativistas pelos direitos dos animais conseguiram, com o auxilio da polícia, interceptar um caminhão que transportava 386 cachorros em condições insalubres. As informações são do The Guardian.

Os ativistas usaram como pretexto preocupações sanitárias, argumentando que os animais poderiam ser portadores de doenças infecciosas, o que os classifica na categoria de prevenção de epidemias, presente na constituição chinesa, preocupação que se tornou especialmente maior em decorrência da pandemia de Covid-19.

Segundo um dos ativistas envolvidos no caso, identificado como Xiao He, “existem regulamentos que articulam como lidar com animais, por exemplo, certificados de inspeção de quarentena exigidos legalmente. Mas claramente aqueles que carregavam os cães não cumpriram os regulamentos. Temos que lembrá-los, bem como às autoridades [sobre os regulamentos]”.

Questões comerciais acima da cultura

Entre os animais resgatados estavam cães de diferentes raças, idades e condições de saúde, o que desperta a desconfiança, por parte dos defensores dos direitos dos animais, de que alguns cães tenham sido capturados das ruas e outros roubados de casas de famílias.  Em junho de 2021 o comportamento de cães resgatados em direção ao mesmo festival também levou a crer que haviam sido roubados de seus lares.

Peter Li, especialista da ONG  Humane Society Internacional, afirmou que os comerciantes de Yulin, que defendem o consumo de carne canina como parte da tradição, na verdade, apenas se utilizam da proposta cultural para impulsionar o consumo que, segundo ele, está diminuindo a cada ano.

“O consumo de carne de cachorro é impulsionado pela oferta, pelos comerciantes, não pelo consumidor. O abate de cães em Yulin é de natureza comercial, não cultural”, afirmou.


Para garantir que o seu pet terá toda a ajuda sempre que precisar, iG Pet Saúde está com novos planos. Cães e gatos podem contar com consultas de rotina e de emergência, cirurgias, vacinas e muito mais. Conheça todas a vantagens de se ter um plano de saúde pensado especialmente para você e para o seu pet!

Acompanhe o Canal do Pet e os maiores destaques do Portal iG no Telegram!

Fonte: IG PET

Mais Notícias sobre Pet

Curta O Rolo Notícias nas redes sociais:
  • Facebbok
  • Twiter
  • Youtube
Compartilhe!
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on twitter
Share on linkedin
Área de comentários

canal no youtube

Mais recentes