Répteis e anfíbios: saiba quais os cuidados necessários para tê-los em casa

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Répteis e anfíbios: saiba quais os cuidados necessários para tê-los em casa


source
Répteis e anfíbios: saiba quais os cuidados necessários para ter uma em casa
Pixabay

Répteis e anfíbios: saiba quais os cuidados necessários para ter uma em casa

Você viu?

Algumas pessoas têm medo de répteis e anfíbios, já outros, têm o sonho de ter um pet desses em casa .  Mas, a pergunta é se você está pronto para ter esses animais em casa, afinal estes animais têm  hábitos e necessidades bem específicos. 

O veterinário Carlos Moraes explica que répteis e anfíbios são animais de sangue frio e têm metabolismo lento. “Há uma imensidão de variedade de animais que se pode ter em casa como pet. Os répteis são os iguanas, jabutis, cágados e cobras. Os anfíbios mais famosos são os sapos albinos”, acrescenta. 

Sempre importante lembrar que a forma legal de adquirir esses pets diferentes é procurando um criadouro credenciado ao Ibama, que fornecerá nota fiscal na compra provando que você o conseguiu legalmente. 

Espaço e cuidados 

Em um primeiro momento pode parecer que esse bichinhos não dão trabalho por serem mais quietos, mas não é bem assim. Cada um tem que ter um cuidado especial, que demanda muita pesquisa, tempo e organização. 

Os cuidados com o terrário vão variar de acordo com cada espécie. Por exemplo, você precisa se perguntar: é um réptil desértico? Aquático? De Mata Atlântica? Deve sempre saber qual a espécie em questão para preparar o terrário para o seu pet, entretanto, higiene é imprescindível para todos eles, ou seja, manter sempre limpo. 

Além do espaço físico adequado, você precisa saber se o pet tem necessidades especiais em relação à iluminação, temperatura, umidade, circulação de ar e acessórios. Outra ponto que precisa ser levado em conta é que o animal pode crescer e atingir vários metros, logo, é necessário um grande espaço para que ele possa ter uma vida saudável. 

Alimentação adequada e comportamento 

Assim como no espaço, a alimentação varia de acordo com cada espécie, explica o veterinário. Temos animais que são herbívoros (que vão se alimentar somente de vegetais e frutas), onívoros (que necessitam de vegetais, frutas e carne), e os carnívoros, que se alimentam somente de carne. 

Já em relação ao comportamento, esses animais costumam ser mais tranquilos devido ao metabolismo lento, comparado aos outros, como por exemplo, as aves que são mais agitadas. 

A consulta ao veterinário é indicada sempre semestralmente a fim de identificar e prevenir qualquer patologia, ou quando apresentarem quaisquer alterações comportamentais.A expectativa de vida varia de espécie para espécie, mas répteis e anfíbios criados em cativeiro podem ter vidas longas, podendo chegar até aos 80 anos, como tartarugas e cágados, lagartos podem viver até 10 anos e sapos até 20. 

Fonte: IG PET

Mais Notícias sobre Pet

Curta O Rolo Notícias nas redes sociais:
  • Facebbok
  • Twiter
  • Youtube
Área de comentários
Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

canal no youtube

Mais recentes